DJ Dida: no auge da carreira

26/08/2014 04:21 - Modificado em 26/08/2014 04:21
| Comentários fechados em DJ Dida: no auge da carreira

Didá (2) (1)Dj Dida é natural de São Vicente, Ilha de Madeira e, neste Verão, está no auge da carreira. Neste momento, o Dj está numa fase satisfatória e a ser sempre convidado para tocar em eventos. O jovem de 29 anos diz que um Dj trabalha com a visão, os ouvidos e as mãos.

 

Elisandro da Luz apelidado como DJ Dida iniciou a sua carreira há mais ou menos 16 anos, quando o tio tinha equipamentos de som e começou a paixão pela música. “Antes já tinha uma paixão pelo piano”. Aprendeu observando os outros DJ: “quando colocavam música ficava a observar e depois fui tentar eu mesmo”.

DJ Dida já tocou em todas as discotecas mindelenses, Sal, Santo Antão e Praia e já está agendado para São Nicolau: “quero tocar em todas as ilhas. Se aparecer uma oportunidade não recuso”.

Quando Dj Dida toca quer sempre um feedback do público para tentar transmitir ao mesmo um sentimento especial, “por isso, se derem um feedback positivo é melhor para mim, é mais gratificante”. Para o Dj, agradar a todas as pessoas é difícil: “preparo estilos de música que posso tocar e que podem agradar a todas as pessoas. Preparo as músicas de acordo com o ambiente”.

Para o Dj Dida é importante trabalhar com a visão, os ouvidos e as mãos. “Quando vejo que as coisas estão a cair, tento experimentar outros estilos de música”, porque para ele, o DJ é um cientista e as pessoas que estão a assistir são cobaias: “temos a oportunidade de experimentar”.

O público mais vasto para quem o Dj Dida já tocou foram as mais de duas mil pessoas no Team de sonho mas, para ele, todas as actuações marcam e “cada vez que eu vou tocar é um momento e cada actuação é uma oportunidade onde tento dar o melhor e não tentar ser melhor do que ninguém”.

De acordo com o Dj, logo no início teve de enfrentar alguns obstáculos, por causa dos equipamentos: “dependemos de outras pessoas, algumas não querem que mexemos nos seus equipamentos e chateiam-se e, por isso, acho que foi isso que me deu mais força e moral para seguir em frente”.

O Dj é também animador da Rádio Morabeza com um programa criado por ele mesmo e é Dj residente no Pont’agua há quatro anos.

Na sexta-feira, Dj Dida toca na tenda electrónica na Laginha e no sábado, toca em Santo Antão.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.