Crianças em férias: querem fazer coisas diferentes

21/08/2014 23:54 - Modificado em 21/08/2014 23:54
| Comentários fechados em Crianças em férias: querem fazer coisas diferentes

criançasNo Verão, muitas crianças que não têm a possibilidade de participar nas colónias de férias e noutras actividades pagas, preferem brincar na rua. Gostam de estar na rua onde não cumprem regras responsáveis, mas gostariam de fazer actividades diferentes.

 

Em todas as zonas periféricas do Mindelo encontramos crianças a brincar nas ruas. As brincadeiras são diversas e sempre animadas mas, apesar disso, muitas crianças gostariam de participar em actividades diferentes.

Letícia Mendes transitou para o quarto ano e brinca na rua todos os dias. Para ela, brincar com os amigos e vizinhos é bom, mas gostaria de ir para uma colónia de férias para fazer coisas diferentes e conhecer outras pessoas. Letícia afirma que faz todos os dias as mesmas brincadeiras e com as mesmas pessoas, por isso, gostaria de ir passear na praça ou na Laginha como a maioria das crianças.

Já Daniela Brito gosta de ficar perto de casa, “as brincadeiras são boas e fazem com que seja mais forte a nossa amizade”. Ela afirma que as férias estão óptimas, mas não se importaria de fazer coisas diferentes que não fossem só na sua zona.

Elisa gostaria de viajar para algum lugar para que as férias fossem diferentes das de todos os anos: “todos os anos fico em São Vicente e apenas na minha zona. Gostaria de fazer alguma actividade diferente ou ir para algum lugar”. Mesmo assim, Elisa está a gostar das férias: “brinco muito e conheço pessoas novas”.

Fábio e Ricardo, ambos de 10 anos, gostariam de participar em brincadeiras diferentes e noutras zonas porque, para eles, “a mesma coisa todos os dias cansa”. As crianças gostam de jogar à bola, mas encontram poucas crianças que queiram jogar com elas, por isso, para eles, as férias não estão muito boas pois, muitas vezes, acabam por fazer brincadeiras que não gostam muito: “não temos outra alternativa”.

Os pais destas crianças têm conhecimento da vontade delas mas, segundo eles, as condições monetárias não dão para satisfazer os desejos dos filhos.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.