20ª Edição do Mindelact: Um festival de retrospectiva teatral

20/08/2014 00:49 - Modificado em 20/08/2014 00:49
| Comentários fechados em 20ª Edição do Mindelact: Um festival de retrospectiva teatral

CartazEm 2014 o Festival Internacional de Teatro Mindelact comemora a sua 20ª edição. E para celebrar esta data, a direcção propõe um “resumo do que foi feito durante as dezanove edições anteriores”, como explica Manuel Monteiro, Presidente da Associação Mindelact.

 

Para director artístico, a associação convidou o antigo presidente João Branco. Isto tendo em conta que conhece “melhor do que ninguém” os espectáculos que passaram pelo Mindelact, como explica o presidente.

O director artístico da 20ª edição explica que “a proposta é fazer dos 20 anos do Mindelact, um festival retrospectiva onde se possa ter um pouco a ideia do que foram as dezanove edições anteriores”. “Tentámos dentro das companhias, dos espectáculos e dos artistas que marcaram presença e que os espectadores gostariam de ver de novo”, explica João Branco.

Em palco vai estar a primeira cena na história do Mindelact em 1995 (As Lágrimas de Lafcádio). Outros nomes como “Juventude em Marcha”, “Otaka”, “Teatro Meridional” vão estar em palco com peças que marcaram as edições anteriores do festival.

Para homenagear os actores que deram vida ao Mindelact vai haver um espaço para cinco grandes monólogos. Entre eles, Manuel Estêvão, um dos fundadores do Mindelact, e Miguel Seabra. Esta é uma forma para homenagear o trabalho dos actores durante as edições anteriores. Ainda se vão manter os outros aspectos do festival como teatrolândia, teatro periferia, teatro performance. Mas, apesar da retrospectiva para o festival, ainda há espaço para estreias absolutas no festival.

O festival está orçado em doze mil contos e a direcção ainda está à procura de mais financiadores para chegar ao montante. Manuel Monteiro mostra-se optimista quanto a chegar ao valor necessário.

O festival decorrerá de 19 a 28 de Setembro.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.