Militar que assaltou edifício da PJ será punido pelas Forças Armadas

12/07/2012 06:40 - Modificado em 12/07/2012 06:40
| Comentários fechados em Militar que assaltou edifício da PJ será punido pelas Forças Armadas

O militar que assaltou o edifício do Departamento da Polícia Judiciária, em Mindelo irá ser alvo de uma acção disciplinar. O Comando da 1ª Região Militar irá agir em conformidade com o regulamento de disciplina das Forças Armadas de Cabo Verde. Recorde-se que no domingo, este soldado escalou o muro das instalações para recuperar uma mota. Depois de passar 24 horas em prisão militar, o jovem foi presente ao juiz de instrução criminal e ficou sob Termo de Identidade e Residência.

 

O individuo está a cumprir o serviço militar no Comando da 1ª Região Militar será punido pela sua prática ilícita, que tinha como finalidade recuperar a sua motocicleta que foi apreendida pela PN, mas que estava sob alçada da autoridade criminal.

De acordo com o Tenente-coronel, Anildo Morais, numa situação dessa natureza, a instituição castrense assegura procedimentos disciplinares, de acordo com os regulamentos da Forças Armadas. O comandante da 1ª Região Militar não avança as medidas aplicativas a este caso, porque encontra-se em missão de serviço, fora da sua área de jurisdição. Mas assegura que irá inteirar-se dos factos do assalto ao edifício da PJ, para depois aplicar as devidas sanções ao militar.

Recorde-se que o sujeito entrou no espaço e vasculhou a sua mota, entre outras que estavam apreendidas nas instalações da polícia científica. Enquanto isso os agentes da Polícia Judiciária que estavam de serviço controlaram a acção do individuo por meio das câmaras de vigilâncias. O soldado que não trajava o uniforme militar apoderou-se da scooter, com intenção de retira-la do edifício, porém quando dirigia para o portão de saída foi detido por agentes da PJ.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.