Robô-origami monta-se sozinho

13/08/2014 09:34 - Modificado em 13/08/2014 09:34
| Comentários fechados em Robô-origami monta-se sozinho

Robô-origamiUm robô-origami, inventado por cientistas de Harvard, monta-se sozinho e, em quatro minutos e meio, começa a caminhar. Inspirado na técnica japonesa “origami”, é composto por baterias, um motor e materiais compósitos que se dobram quando aquecidos.

Esta é uma grande conquista para os investigadores que têm perseguido, por muitos anos, uma forma de criar robôs que se montam sozinhos e capazes de desempenhar funções, afirmou Rob Wood, professor de engenharia elétrica no Wyss Institute for Biologically Inspired Engineering, na Universidade de Harvard, e um dos mentores do robô.

Os criadores do projeto confessam que o seu grande sonho é “tornar a fabricação dos robôs rápida e barata”. Assim, os robôs poderiam ser usados para missões de salvamento de pessoas e viagens ao espaço.

O robô-origami custa cerca de 75 euros com tudo incluído ou 15 euros sem motores, baterias e microcontroladores.

O robô é constituído por uma base bidimensional, uma folha de feita de camadas de diferentes materiais, com duas pilhas.

A folha é composta por duas camadas externas de um polímero de “memória”, duas camadas internas de papel e uma de resina artificial.

O polímero de “memória” contrai-se quando é aquecido a mais de 100 graus Celsius, o que define as dobras do robô. A camada de resina central contém um sistema eletrónico com resistências elétricas ao longo de linhas marcadas. São estas resistências que, ao aquecerem, deformam as camadas do polímero de “memória”.

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.