Mais uma loja no Mindelo

8/08/2014 08:26 - Modificado em 8/08/2014 08:26
  1. Aguinaldo Fonseca

    Uma chamada especial de atenção para os emigrantes bem assim como a
    populacaao em geral.
    Atendendo que a crise já chegou e fortemente muitos tentam com todos os meios, em especial, meios ilegais encher a sua porta-moeda.
    Um dos truques muito utilizados é na passagem de troco. Se por caso fazer um pagamento com uma nota 2.000 escudos e a despesa for por exemplo 200 escudos eles dão um troque de 800 escudos em vez de 1.800 escudos. Caso descobrir o mesmo erro ou melhor dizendo a falcatrua eles dão-lhe imediatamente os 1.000 escudos que tinham reservado. E o pior ainda é que nem pedem desculpa pelo “engano”.
    Geralmente esta técnica é aplicada especialmente por mulheres jovens que começam uma conversa muito agradável com o cliente e em especial se ele for homem emigrante. Fingem nao ter troco, perguntam-lhe se tem 100 escudos ou outra quantia no bolso e atrapalham o cliente e o golpe esta consumado. Isto acontece nao só nas lojas como tambem empresas privadas e publicas.
    A minha experiência negativa nesta matéria, como EMIGRANTE BURLADO é enorme mas felizmente que descobri ainda a tempo e inclusive levo o dinheiro em papel marcado com uma tinta especial. E agora presto extra atenção pois esse piranhas estao prontos/prontas a atacar.
    Portanto ao EMIGRANTE em especial MUITA ATENCAO pois o sistema antigo de caçu body tornou-se bastante sofisticado e praticado descaradamente por uma faixa social num escalão superior.

  2. roxana aguilera cald

    verdade q a tecnologia e’ para sere usada ,mais ten q sere opçao , este clip me gasta megas ,nao assim as noticias q ven comboiadas com Album fotografico como faz o PCA de CV telecom ,nada como entrar por as orelhas as demostraçoes !!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.