CMSV pede à CVMóvel um milhão de escudos pela colocação de uma antena móvel

8/08/2014 08:04 - Modificado em 8/08/2014 08:04

cmsvEm comunicado aos órgãos de informação, a CVMóvel acusa a Câmara Municipal de São Vicente de criar entraves à cobertura móvel no Festival da Baía das Gatas. Isto porque a CMSV exigiu à CVMóvel 1 milhão de escudos para a colocação na Baía das Gatas de uma antena móvel que visa reforçar a cobertura, de forma a evitar congestionamentos de rede e assegurar a qualidade do serviço aos clientes e munícipes de S. Vicente.  No comunicado, a CVMóvel escreve: “Tal como foi feito no ano passado, a solicitação de licença foi dirigida com a devida antecedência e só esta tarde (7 de Agosto), véspera do evento, a edilidade Mindelense acusou a recepção do pedido apresentando uma proposta financeira de 1 milhão de escudos, um valor 5 vezes maior do que aquele que foi pago em 2013, pelos três dias do evento. Para os responsáveis da CVMóvel, “esta decisão, a nosso ver, visa afastar a CVMóvel de assegurar aos seus clientes a qualidade do serviço público de telecomunicações móveis que deve ser prestado”.

Esta antena tem sido usada em vários festivais, nomeadamente no festival da Baía das Gatas, numa área geograficamente pequena e tem como objectivo proporcionar um maior escoamento do tráfego expectável durante o certame. Por isso, a operadora diz que “não entende a decisão da edilidade mindelense, visto que o que está em causa é a prestação de um serviço público de telecomunicações e o compromisso que a operadora tem para com os seus clientes”.

Perante esta situação, a CVMóvel chama a atenção do público para eventuais situações de congestionamento nas comunicações móveis durante a 30ª edição do Festival da Baía das Gatas.

O NN tentou ouvir a opinião da CMSV sobre este assunto, mas não conseguiu em tal intento.

No ano passado a CMSV começou por negar a instalação da antena mas depois concordou. 

  1. Pois é a CVMóvel cobra a RTC através dos seus geradores, e agora não querem pagar a Câmara Municipal pela colocação de antenas. Graças a T+ ninguèm faria uma chamada em Cabo Verde porque os preços eram elevadissimos carregamentos era 3000$00 o valor minimo, com a concorrência esse valor desceu para 50$00.

  2. sv

    es li eh um comesso d resposta p corte d transmissao gratis d antenas d monte verde
    eh clar cmsv tem direito d dfende interresses d mindelenses e nao da robalhera da cvtelecom es eh so p ses interess tud oqe k es tiver k paga cmsv es tem d paga es monopoliza comunicacoes d cv onde k bo t paga por um pacote d mintira es t caba p roba kel ote ah ta bom d no cmessa d oia mais p otes companhias d comunicacoes k es cosa eh moda troca d governo se um te faze do qe el cre moda cvmovel muda p t mais

  3. Mindelense

    Bsot txá de politiquices e bsot servi povo quer de um lado quer do outro…

  4. roxana aguilera cald

    q esta chorando pobreza a Cv Movil !!!!!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.