Governo responsabilizado pela falta de sinal de rádio e televisão

6/08/2014 07:53 - Modificado em 6/08/2014 07:53

ANTONIO MONTEIRO3A UCID acusa o Governo de ser o responsável pelo corte de energia nos Montes Tchota e Verde que deixaram três ilhas sem sinal de rádio e televisão no último fim-de-semana. Para o presidente da UCID, António Monteiro, “houve um descaso grave por parte do Governo, descaso esse que acabou por impedir que uma grande parte da população cabo-verdiana pudesse ter as informações e comunicações necessárias”.

Para Monteiro, a política energética do Governo deveria ter criado as condições para que as instituições pudessem ter as suas antenas nos Montes Tchota e Verde. “Nós queremos exigir que o Governo crie as condições necessárias para que não se fique na dependência de uma empresa”, sublinha Monteiro. E isto para que as várias rádios e instituições e a televisão nacional de Cabo Verde possam manter as antenas nestes dois montes “sem terem as mesmas dificuldades que se verificaram neste passado fim-de-semana”.

E espera uma solução, porque Monteiro não vislumbra uma solução imediata entre a empresa que alimenta os geradores e as instituições que têm antenas nesses montes.

  1. Ondina Ferreira

    O que me admirou neste caso é que nesta Ilha, onde estou apenas de passagem, funcionam oficialmente, com escritório aberto e sem esconder nada, duas empresas que fornecem ilegalmente acesso a varios canais e por um preço exorbitante, pois sao ilegais e nao pagam direitos nenhuns para fornecerem tais serviços.
    Dada sua ilegalidade e baixos custos de investimento nao se compreende que aplicam tarifas tao exorbitantes.
    Perante a minha pergunta e a minha admiração um dos funcionários dessas empresas piratas ou ilegais, confidenciou-me que podem operar abertamente, mesmo sendo ilegais e piratas, pois eles têm a autorização e a proteção de pessoas ligadas ao governo e a autarquia.
    Alem disso a propria Telecom tinha interesse em cortar o acesso aos canais afim de poder expandir com a sua chamada Zap.
    Portanto uma demonstração social ou de solidariedade por parte da Telecom, mesmo que temporária perante os consumidores nao seria de esperar pois esta Empresa já tem fama de explorar sem escrúpulos os consumidores.
    Conforme tambem me informaram a referida Empresa é dirigida por pessoas com grande número de acções aí sendo o seu chefe maximo figura politica e que inclusive concorrera para a Presidência da Republica, alias sem sucesso, como candidato dum Partido que diz ser do povo e para o povo. Mais me informaram tambem que a cor politica nada interessa pois muitos desses políticos têm acções na Telecom e no momento supremo o que lhes interessa é o seu bolso e o povo que se lixe.
    Deixo S.Vicente, indignada e revoltada, com a pergunta no ar: ” Quando surgirá nesta Terra um Capitão Ambrósio capaz de pôr termo a toda esta especulação, esta roubalheira praticada por individuos de colarinho branco, políticos e de detentores de poder sem o minimo de respeito pelas necessidades básicas dessa população indefesa?
    “E depois nao nos venham dizer que eu nao vos avisei”

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.