IUE: Professores não recebem há quase um ano e bloqueiam notas

6/08/2014 07:41 - Modificado em 6/08/2014 07:41

professoresUm grupo de professores em regime de acumulação do IUE do Mindelo, está descontentes porque está há um ano sem receber os salários. E como forma de prostesto não deram notas aos alunos. O Presidente do Instituto Universitário de Educação, Florenço Varela diz que há uma contradição e têm de esperar por uma autorização do Primeiro-Ministro.

Os professores não tinham feito nenhuma reivindicação porque a justificativa dada pelo IUE pelo atraso nos salários era a não publicação no Boletim Oficial. Mas, em 22 de Abril, foram avisados pelo Tribunal de Contas e a 4 de Junho, saiu a publicação no B.O. Por isso, os professores não compreendem a razão pela qual ainda não receberam. Segundo eles, não é dada nenhuma explicação, “ignorando a nossa situação o que acaba por ser falta de respeito e consideração pelo trabalho empenhado e sério que fizemos”.

O Presidente do Instituto Universitário de Educação, Florenço Varela diz que há uma contradição entre o Estatuto do Pessoal Docente e a Lei de Bases da Função Pública BO Nº 30 de 27 de Julho de 2009.

“No ano passado, o IUE não teve problemas com o pagamento de professores em regime de acumulação”, afirma Lourenço e adianta que o Tribunal de Contas deu “visto bom” aos processos, sem colocar nenhuma reserva, mas agora, têm de ter uma autorização do Primeiro-Ministro conforme o disposto no nº 3 do artigo 10º da Lei de Bases da Função Pública de 2009.

Alguns professores em regime de acumulação do IUE do Mindelo não facultaram as notas aos alunos, por isso, diz um professor, não se podem inscrever no ano seguinte. O Presidente do IUE adianta que estes professores não podem prejudicar os alunos: “os alunos não podem pagar por isso, há que ter respeito pelos alunos”.

Lourenço Varela espera que a situação seja resolvida o mais rapidamente possível e pede compreensão aos professores.

  1. Mindelo

    Esse Sr Presidente está a brincar. Todos os anos é a mesma coisa e vem pedir compreensão aos professores. Não sei qual é a compreensão com um ano de atraso. Isso é DESCARAMENTE.
    Deve esxplicar, se foram visados pelo Trbunal e já foram publicados no BO, o que impede o pagamento.

  2. Paciência

    Esse não é o Dirigente que mais viaja em Cabo Verde? Não paga os professores, viaja e faz jantares para os amigos. Esse é o nosso Cabo Verde.

    Agora, pedir compreensão a quem eu devo um ano de salário é Gozo? Sr 1º Ministro se depende do Sr então resolva. Se este Sr está mentir, que o faça cumprir.

  3. Mateus

    Sinceramente Sr Presidente do IUE. Deve ter em conta que os professores também tem responsabilidades e famílias para sustentar. Haja respeito pela classe docente.

  4. Studanti

    Esta é apenas a ponta do iceberg. Com o Florencio à frente e distante do IUE, as coisas funcionam porque os professores sabem o que devem fazer e limitam-se a dar aulas. Mas o homem está a distancia!

  5. PROFESSOR

    SR. JOÃO CARDOSO PODEMOS SIM SR., LUTAR SEM OS SINDICATOS, PRINCIPALMENTE A TUA.

  6. brabo

    Esse Senhor Florenço Varela é um intruso imcompetente, anda num carro alugado a custa do IUE por 150 contos por mes , não paga aos professores e ainda aluga a csasa dele aos funcionarios e professores de IUE , ele esta habiatuado a lidar com analfabetos e traz esta mesma mentalidade para IUE

  7. Mira

    Sinceramente… este é o lema das instituições superiores em Cabo Verde: exigem muito dos professores mas nada exigem de si mesmos. Exemplo disso tb é a UNICV que deve a muitos professores/orientadores de estagio o pagamento relativo ao ano letivo 2010/2011. Ninguem sabe de nada e ninguem diz nada.

  8. Antero

    Paciência!
    Um grupinho de professores de S. Vicente fazem tempestade no deserto. Estão em regime de acumulação, vão a Santo Antão, têm ajudas de custo alojamento e alimentação, na boa… recebem seus salários todos os meses, dão aulas na hora normal, há um imperativo imposto pelo Tribunal de Contas e dão para doido.
    Paciência!

  9. Carlitos

    Um tal NILTON secretário do PAICV pretendente a lugar de Diretor do IUE em Mindelo é o instigador dessa léria. No ano passado fez vida negra. Este ano, faz conluio e chantageia os professores.
    Por amor de deus, que professor?

  10. Jorge Humberto

    IUE tem estado a pagar o salário todos os meses. Um professor mestre ganha cerca de 130 contos por mês. Esses professores contratados em regime de acumulação deviam ter lata para esperarem. Vejam a UNICV quanto tempo leva para pagar. Vejam as Universidades privadas.
    Esse Nilton trabalhou no ano passado, boicotou notas, recebeu suas horas extras… sem problemas. Devia ter descaramento de não concorrer mais. Foi de novo contratado e agora instiga a rebeldia. Credo!
    Sr. Florenço tenha paciência.

  11. piteu

    Nossa, como é possível? Um grupo de professores que recebem salário mensal da Educação, salário chorudo, por causa de atraso nas HORAS EXTRAS gritam, fazem alarido… por favor. Tenhas vergonha, professores. Seus alunos são futuros/professores

  12. jhad

    O IUE teve o azar dos decisores políticos (Ministro do MESCI e P Ministro) terem colocado no comando da instituição uma pessoa que, segundo consta, já deu provas do péssimo que é na gestão, sem falar de coisas mais graves. Passados dois anos da entrada em funcionamento dos complementos de licenciatura, os Planos Curriculares dos cursos ainda não foram homologados pela direcção do ensino superior. Consequência, os 72 alunos que concluíram os cursos não podem requerer os respectivos certificados.

  13. jhad

    Até a data o IUE não dispõe de qualquer instrumento de gestão, estando a funcionar com o que havia do ex-IP. Um Plano estratégico que orienta os passos do IUE não existe e o pior é que o homem não vê isso como uma necessidade. As coisa acontecem pela iniciativa das escolas, enquanto o homem vive passeando pelo mundo fora, tudo indica a custo dos tostões do IUE. O salário dos funcionários do quadro do IUE, há muito que não têm data de pagamento. O normal é receber o mês vencido no mês seguinte.

  14. jhad

    Teme-se que os salários do mês de Agosto atrasem ainda mais pois, o grosso de alunos não vão pagar propinas neste mês. A instituição é um caus e se os responsáveis pela colocação do homem a frente dos destinos do IUE não retirarem-lhe a confiança política que sustenta a sua nomeação, a vida do IUE estará por um fio. Pergunta-se como vai ser o arranque do próximo ano lectivo, com todos os problemas que vão acumulando e sem que o homem do leme tenha capacidade e inteligência para os resolver.

  15. jhad

    Internamente, é de se lamentar a passividade dos funcionários do IUE que conscientes de toda a porcaria que se vive na instituição, aceitam pávidos e silenciosos. A carreira profissional dos funcionários é da responsabilidade individual de cada um porquanto o presidente diz não ter uma equipe para tratar desses assuntos. Contudo, para viajar constantemente para o estrangeiro, se assume como um expert mas das viagens nada traz na bagagem. Pelo o amor que os srs. têm a educação, salvem o IUE.

  16. Mindelo

    Este Sr Florencio Varela ainda tem o descaramento de dizer que não é o salario dos professores.
    Pergunto: Estão ou não visados pelo Tribunal de Contas? Sairam ou não nesse BO? Se sim, O Sr Mentiu e mais grave colocou em jogo o bom nome do PRIMEIRO MINISTRO

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.