Militar assalta edifício da PJ para roubar uma mota

11/07/2012 00:23 - Modificado em 11/07/2012 00:23

O Departamento da Polícia Judiciária, em Mindelo foi assaltado por um militar que tencionava roubar uma mota. O soldado escalou o muro das instalações para recuperar a sua motocicleta que foi apreendida pela PN, mas que estava sob alçada da autoridade criminal. O individuo foi detido em flagrante delito por agentes da PJ e presente ao juiz de instrução criminal e ficou sob Termo de Identidade e Residência.

 

O NN apurou que a Polícia Judiciária deteve um jovem militar que assaltou as suas instalações para roubar uma mota. O soldado que presta o serviço militar no Comando da 1ª Região Militar escalou o muro do edifício da PJ. Segundo o que apuramos os agentes da Polícia Judiciaria que estavam de serviço controlaram a acção do individuo por meio das câmaras de vigilâncias.

O assalto ocorreu no domingo, por volta das duas horas da madrugada, sendo que o sujeito vasculhou a sua mota, entre outras que foram apreendidas pela Polícia Nacional, mas que estão sob alçada da Polícia Judiciária. O soldado que não trajava o uniforme militar apoderou-se da scooter, com intenção de tira-la das instalações da autoridade criminal. Porém quando seguia em direcção ao portão de saída foi detido por agentes da PJ que se encontravam de Piquete.

O sujeito foi conduzido ao Comando Militar, onde ficou em prisão a aguardar a sua apresentação às instâncias judiciais. Na segunda-feira foi encaminhado a PJ para o processo de identificação, que de seguida entregou-o ao Juízo Crime de São Vicente. Após a realização do primeiro interrogatório, o militar saiu em liberdade, mediante Termo de Identidade e Residência. Já o processo-crime foi remetido para o Ministério Público para que sejam realizadas as diligências para apurar os factos do assalto.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.