Boca mora na ladeira: as medidas de JMN para alavancar São Vicente 14 anos depois

30/07/2014 08:06 - Modificado em 30/07/2014 08:06

jmn_pensativo_470x240O PM anunciou uma série de medidas para alavancar São Vicente. E na semana passada, deu o primeiro passo: veio ao festival da Cavala Fresk. Resta saber como é que vai fazer em dois anos o que não fez em 14 anos. Mas já existe um ganho: enfim, admitiu que a economia de São Vicente está num marasmo e que precisa de ser alavancada. Antes tarde do que nunca!

1. José Maria Neves afirma que vai restituir o IVA, garantir benefícios fiscais com a integração das empresas locais no Centro Internacional de Negócios (CIN) e desbloquear os financiamentos através da CV Garante.

2. Uma forte parceria entre o Governo, o sector privado e a Câmara Municipal para atrair Investimento Directo Estrangeiro (IDE) e construir grandes infra-estruturas, com vista ao desenvolvimento de quatro grandes projectos.

3. O Primeiro-ministro adianta que este ano será lançada a primeira pedra para a construção da Escola do Mar e do Centro de Pesquisa Oceanográfica do Mindelo.

4. “Vamos concluir o processo de constituição da CV Garante, que precisa de ser dotada do Fundo de Contra-garantia e criar condições para uma actuação mais focalizada da Agência Cabo-verdiana de Investimentos (CI) e da Agência de Desenvolvimento Empresarial e Inovação (ADEI) na ilha de São Vicente e na Região do Barlavento.

5. “Penso concretamente, na construção de um hotel de cinco estrelas, num Centro de Convenções, num Grande Shopping Center e na infra-estruturação e desenvolvimento de um resort na cidade do Mindelo”.

6. “Vi que o Cluster do Mar começa a estruturar-se, há novas empresas privadas que estão a emergir e a expandir as suas actividades”.

7. JMN está certo que a inauguração da nova Infra-estrutura de Frio do Mindelo e da sua concessão ao sector privado, vai permitir o alargamento de actividades, “transformação do pescado e geração de centenas de postos de trabalho”.

Texto publicado no NN papel n º 7

  1. Djoy

    E vai construir um museu para colocarmos todas as promessas não cumpridas.

  2. madri

    Sem vergonha kbo e ja te comesa campaña falto e leva enapor ,porto grande e moro branco pa praia

  3. Geronimo

    JMN está desorientado com o aproximar de 2016, época das eleições legislativas, presidenciais e autárquicas. E o mesmo pode se dizer aos seus camaradas que tanto cobiçam o lugar de 1º Ministro.Vou fazer uma retrospectiva do que o SR Zema falou em 2010:
    Prometeu o 13 º salário na função pública; 2 º prometeu um aumento salarial de 10% aos professores de ES …. ( peço aos leitores que me ajudam colocando mais promessas que este homem fez). Resultado: até agora estamos a espera JMN….

  4. Antonia Sousa

    Na verdade a estratégia é descapitalizar S. Vicente e depois regionaliza-lo. Tarde de mais vai ser. Depois ironicamente dizem “demos-lhes o que pediram”.

  5. Geronimo

    Melhor não levar a sério o que este Sr anda a falar por aí.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.