Moradores de Chã de Vital unem-se para ajudar criança que nasceu sem um rim

9/07/2012 00:11 - Modificado em 9/07/2012 00:12

Moradores do bairro de Chã de vital, São Vicente, uniram-se para ajudar uma mãe que luta pela saúde da sua filha. A criança, do sexo feminino, nasceu sem um rim e o maior sonho da sua mãe é levar a  filha para o estrangeiro para ser tratada. Neste âmbito os moradores do bairro uniram-se promovendo actividades socioculturais para arrecadar fundos para ajudar a criança.

 

Os moradores do bairro  Chã de Vital, São Vicente, uniram-se, no passado sábado, e realizaram uma actividade sócio-cultural para arrecadar dinheiro para ajudar uma criança de 11 anos.

A menina que nasceu sem um rim precisa ser tratada no estrangeiro e a sua família não tem condições financeiras para suportar essa deslocação e o tratamento. Assim, a solidariedade dos moradores é uma janela aberta para o sonho de conseguir melhorar o estado de saúde da sua filha. A menina nasceu com apena um rim e de acordo com a mãe a criança necessita da doação de um rim e depois fazer o transplante.

Algo que tem que ser feito no exterior.Disse ao NN que passou cerca de um ano na cidade da Praia, para tentar encontrar uma solução para o problema da sua filha. Pois este problema causa-lhe muitas preocupações, pois vê a sua filha, quase todos os dias, com febre, dores de cabeça, pese os muitos remédios que a menina tem que tomar.

A mãe, que pede anonimato, afirma que já pediu ajuda em muitos lugares, em várias associações, mas até hoje ninguém respondeu positivamente.

Mas no Sábado  chegou a solidariedade dos moradores do seu bairro. Espera-se que outros se juntem a causa.

  1. Saudinha

    mas o rim que a criança tem está a funcionar?Se está a funcionar não justifica o transplante

  2. Eduardo

    Qualquer pessoa pode viver bem acom apneas 1 rim. Porque é que esta pessoa não procurou os serviços de saúde????????

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.