Motoqueiro perde a vida num acidente de mota : “Psic” era um amante dos desportos radicais

29/07/2014 07:48 - Modificado em 29/07/2014 07:48

Jailson MotaFamiliares e amigos de Jailson estão em estado de choque com a morte do jovem de 32 anos , que morava em Chã de Alecrim. “Psic”, como era conhecido , era um amante dos desportos radicais e considerado uma pessoa educada e respeitadora .

 

O jovem motoqueiro Jailson Mota que perdeu a vida no acidente de mota no passado domingo na estrada da Baía das Gatas, deixou três filhos e mulher.

Como de costume, Jailson Mota saiu no domingo com alguns amigos motoqueiros para fazerem o habitual passeio de mota que faziam todos os fins-de-semana a diferentes estradas da ilha como Calhau, Salamansa, Baía da Gatas e outras.

Para os familiares e amigos, o malogrado era um rapaz conhecido por todos como um grande motoqueiro educado que respeitava todos. Era proprietário de uma oficina de mecânica em Chã de Alecrim, onde reparava motas e, segundo os amigos, cativava os clientes.

MotoqueiroJailson Mota deixou três filhos, incluído um bebé de dez meses e a mulher com quem vivia na zona de Chã de Alecrim.

O corpo de Jailson encontra-se em câmara ardente a aguardar a chegada do irmão mais velho. O enterro do jovem acontece esta tarde, 29 de Julho, a partir da residência da mãe no Madeiralzinho.

 

  1. luisa santos

    deus lhe dê mta força aos familiares, em especial aquela mãe

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.