Prostitutas usam contentor em Chã D´Cricket como quarto

9/07/2012 00:10 - Modificado em 9/07/2012 00:10
| Comentários fechados em Prostitutas usam contentor em Chã D´Cricket como quarto

Algumas prostitutas do Mindelo continuam a não querer pagar um quarto para fazer sexo. Preferem os prédios abandonados, as esquinas escuras, jardins no centro da cidade e agora descobriram um contentor abandonado na zona de Chã D´Cricket, São Vicente,O contentor está transformado num bordel ocasional. NN constatou que durante a noite algumas prostitutas levam para o local os seus clientes, maioritariamente, tripulantes chineses dos barcos que estão em reparação na CABNAVE.

 

Umcontentor, que seria um espaço para guardar materiais, está ser usado como quarto por várias prostitutas. Uma caixa, cuja porta encontra-se semiaberta, sem qualquer vedação é agora um local onde algumas “meninas da vida” dão o seu “expediente”. O contentor está abandonado, nas proximidades da Universidade Lusófona e do Comando Militar e segundo o que apuramos é aí que as prostitutas, em particular, menores que fazem sexo pago passaram a levar os seus clientes. O acesso sem restrições e com pouco movimento foram os motivos que levaram essas prostitutas a transformarem o local em quarto.

De acordo com testemunhas oculares “ regularmente vê-se prostitutas seniores acompanhadas por marinheiros que estão na CABNAVE. Ou mesmos clientes nacionais que procuram os serviços dessas mulheres. Por outro lado o espaço fomenta a prostituição infantil porque há menininhas que se prostituem a troco de 100, 200 ou 500 escudos”.

 

Poupança

Esta é uma forma que elas arranjaram para poupar o dinheiro dos quartos que utilizam para receber os clientes e optaram por uma caixa abandonada em Chã D´Cricket. Para alguns cidadãos “elas encontraram um local propício para” darem um café”, porque não pagam aluguer e ficam mais à vontade com os clientes e caso desistirem de fazer sexo tomam o seu dinheiro e mandam o cliente ir embora”.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.