Agressão sexual de menor deficiente dá…pena suspensa

22/07/2014 08:06 - Modificado em 22/07/2014 08:06

Abuso sexual (2)O 2º Juízo Crime da Comarca de São Vicente leu a sentença de um homem de mais de 60 anos acusado de ter violado uma criança deficiente de 8 anos. Foi condenado a um ano de prisão com pena suspensa de três anos. O arguido é obrigado a pagar uma indemnização de cento e cinquenta contos à ofendida no prazo de um ano.

O juiz do Segundo Juízo Crime procedeu à leitura da sentença de um homem acusado de violência sexual de uma menor deficiente. O agressor que em 2011 tinha 59 anos foi acusado de ter abusado sexualmente de uma menor deficiente de 8 anos, no dia 27 de Novembro de 2011.

Apesar do arguido tentar explicar em tribunal o que aconteceu, foi condenado a um ano de prisão, com três anos de pena suspensa e ainda de pagar à vítima a quantia de cento e cinquenta contos de indemnização pelos transtornos causados e pelos que poderá vir a enfrentar.

Passados quatro anos, a vítima ainda sente receio de contar o que aconteceu, mas diz que o arguido lhe tocou no corpo sem especificar as partes. A vítima com 12 anos afirma que não tem problemas psicológicos nem físicos resultantes da agressão.

Durante o julgamento, a avó da vítima relatou que o arguido era amigo da família e que lhe tinha pedido para ir comprar uma cerveja numa loja distante, mas ela foi a uma loja mais perto. Quando voltou, encontrou a neta no chão despida e o agressor a vestir as calças.

Em tribunal, a prima da vítima que é menor, disse que o arguido fechou-a no quintal na companhia do irmão de quatro anos e que despiu a menor deficiente e agrediu-a.

  1. Jornalista observa..

    Já ontem no “a semana” saiu a sentença do homem que violou outro homem na praia(caso duvidoso, pois trata-se de 2 adultos e dificilmente um sobreporia ao outro ao ponto de….consumar-se o sexo), levou 13 anos de prisão. Ai esses juizes de CV, vocês se formaram a onde???autênticos palhaços. Se calhar saíram todos da “universidade” Portucalense, no Porto(Portugal), donde saiu a analfabeta da juíza Cláudia Ariana Silva Lopes, que está colocada, indevidamente em Ponto Novo a fazer asneiras.

  2. essa é a justiça caboverdiana , sò pode ser uma brincadeira… é inacreditàvel!!!

  3. Paulo

    Sr Juiz O Sr Nao acha que foi muito ousado e abusado em dar pena suspenso a um velho que violou uma menor e dificiente.O sr com certeza nao é pai e nao pretende ser ..por da sinais clara de ser um desumano…Esta sentença é uma vergonha ,um atentado a moral e aos bons contumes

  4. Paulo

    este juiz devia ser preso …por incompetença…vai actualizar os conteudos e estudar o caso de novo ..o sr pecou feio

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.