Falta de açúcar: Racionamento e subida de preço

14/07/2014 07:46 - Modificado em 14/07/2014 07:46

açucarHá vários dias que a escassez de açúcar se faz sentir em muitas lojas em diferentes zonas da ilha de São Vicente, deixando insatisfeitos os consumidores. As lojas e os supermercados estão com falta de açúcar, motivo pelo qual algumas lojas racionam a venda, ou seja, cada cliente tem direito a comprar no máximo três quilos.

 

Contudo,os consumidores não acreditam que haja realmente falta de açúcar e consideram que “a escassez do produto é uma forma de retirar mais dinheiro aos consumidores”.

A falta de açúcar faz com que também as donas de casa paguem mais e passem a utilizar menos quantidade de açúcar. As donas de casa sentem-se preocupadas com a falta de açúcar e dizem que o preço aumentou para cento e dez escudos, considerado pelas mesmas como “um exagero”.

Irinita Cruz diz que o seu ganha-pão é o negócio da confecção de bolos e de diferentes guloseimas, por isso, a escassez de açúcar é uma grande preocupação porque sem o produto, não é possível trabalhar. A mesma diz que com o aumento do preço do açúcar vai aumentar, consequentemente, o preço do bolo. “É preciso procurar em diferentes lojas para conseguir um stock suficiente”. Acredita que há açúcar no mercado e que isso “é mais uma estratégia para extorquir dinheiro aos consumidores”.

Clotilde Barros diz que a falta de açúcar no mercado foi uma surpresa e que o preço do açúcar ainda varia de loja para loja, mas que já pagou cento e dez escudos por um quilo de açúcar. “De todo o modo, não se come dinheiro, por isso, há que fazer um sacrifício para o comprar porque, sem açúcar, ficamos sem muitos outros alimentos. Qualquer preço que colocarem vamos ter de pagar e tentar racionar para poder chegar”.

Irondina Esteves diz que saiu da sua zona, em Ribeirinha, para conseguir comprar açúcar na zona de Vila Nova. A mesma diz que costumava comprar um quilo de açúcar por setenta e cinco escudos. Hoje só consegue se tiver cento e dez escudos disponíveis.

  1. esquiiiiiiiiiiiiiiii

    Existe ruptura de açucar não vai haver nenhum aumento. O Açucar estava com um preço alto no mercado internacional e os importados justamente para não subirem o preço no mercado interno, esperam até ao fim para fazerem as suas encomendas e assim não subir os preços. Mas o Navio chegará do Brasil até o fim do mês. E um dos importadores com mais peso, já mandou buscar sacos de 50 Kg e 1Kg na Praia para colmatar as necessidades da Ilha. Em relação às Donas de Casa, não se preocupem.

  2. voce sabe

    todos os currais de trapiche de santo antão devem ter açucar a vontade
    os governantes não fazem cumprir as leis de fabrico de aguardente e por isso o mais necessitado sempre a pagar pelos descasos das nossas instituições. o açucar vem de s.vicente em sacos e vai em bidões ( que antes continham produtos nocivos para a saude). Mas as autoridades não vêm porque muitos estão nesse negocio.

  3. robert

    também é preciso relacionar tudo isso com a procura desinferiada dos produtores de grogue de santo antão que adquira o produto para o comfecionamento do maldito grogue que antigamente tinha um nome naquela ilha.
    é preciso que sejam cridas condições para por cobro a esta situação sobretudo na fiscalização da produção do grogue.
    principalmente da Rª grande de S. Antão entre outros recantos o grogue é um autentico febre de 40 graus, por isso que morrem muitas pessoas dependentes do álcool.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.