Nando Neves: o “super capitão”

3/07/2014 07:51 - Modificado em 3/07/2014 07:51
| Comentários fechados em Nando Neves: o “super capitão”

NandoNando Neves, a jogar actualmente no Slavia de Praga da República Checa, está na memória dos cabo-verdianos como o capitão que conduziu os “Tubarões Azuis” à primeira competição internacional, o CAN 2010. Deixou a selecção depois de 12 anos ao serviço da equipa nacional após ter cumprido o seu objectivo de “qualificar a selecção para um torneio da FIFA ou CAF”.

No rescaldo da época anterior, Nando faz um balanço positivo. Sem lesão, conseguiu cumprir uma cláusula do contrato que era de fazer 15 jogos pelo clube e, automaticamente, renovou com o clube. Sente-se satisfeito por ter alcançado a proeza. Apesar de não ter conseguido os objectivos como equipa, quer, aos trinta e seis anos, lutar e ajudar a sua equipa a conseguir alcançar uma competição europeia de clube.

Com o abandono da selecção, sentiu que não deixou falta. Isto porque tem uma grande confiança nos que ficaram. Realizado o objectivo de ajudar a selecção a alcançar uma prova, deixou o testemunho aos que ficaram e sente que conseguirão altos voos com a selecção. Na perspectiva de Nando, o futebol cabo-verdiano tem sido bastante valorizado nos últimos tempos com atletas a militar em grandes clubes estrangeiros. Mas lembra com nostalgia o que significa vestir a camisola da selecção nacional: “é um orgulho único”, como resume o facto. Nando revela que todas as vezes que ouvia o hino nacional emocionava-se.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.