Lixo eleitoral: a cidade de Mindelo está suja e feia

6/07/2012 00:54 - Modificado em 6/07/2012 00:55
| Comentários fechados em Lixo eleitoral: a cidade de Mindelo está suja e feia

As campanhas eleitorais são marcadas por colagem de cartazes. Paredes, casas em todos os lugares com espaço são colados de forma indiscriminada. Depois das eleições os cartazes ficam abandonados dando um mau aspecto a cidade. A quantidade de cartazes colados num pequeno espaço e a vandalização de muitos desses cartazes deixam as paredes e a cidade no geral com uma imagem degradante.

 

Com o fim das campanhas esses mesmos cartazes continuam colados nas paredes e quando vandalizados o aspecto fica pior. Para Elton Fortes “todos os anos a historia se repete tornando as paredes e os murros da cidade e das zonas autênticas lixeiras” sem benefício para o povo.

Para vários cidadãos a cidade fica com uma figura nada agradável já que existem caras em todas as paredes. Lendira Cabral chama atenção para como a cidade estava antes e como está agora. Neusa Santos acrescenta que em todas as campanhas é a mesma coisa e a cidade fica “mesmo feia”. A questão que colocam é o número de cartazes que são colocados nas paredes. “São colocados tantos cartazes como se não conseguimos ver que são iguais”, desabafa Domingos Nascimento.

“É um autêntico desperdício de tempo e dinheiro, para além de também ser um mal ecológico”, assim Elton Fortes impugna a prática de colagem de cartazes. Lendira partilha da mesma opinião que a colagem de cartazes é mal para a cidade já que polui de certa forma. Para Elton preocupam-se com as colagens mas não com a remoção dos cartazes .

Mas há soluções e propostas para que a cidade não fique tao “poluída”. Lendira avança que deve haver uma forma mais ecológica de divulgar os candidatos. Elton propõe a criação de espaços específicos sem que sejam em paredes ou casas para este tipo de divulgação. Cesar Mendes completa esta ideia dizendo que se podia simplesmente usar outdoors para este tipo de propaganda.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.