Burla ao INPS: julgamento adiado para o dia 8

26/06/2014 07:55 - Modificado em 26/06/2014 07:55

receitasO 2 º Juízo crime decidiu adiar para 8 de Julho o inicio do julgamento do médico Carlos Além acusado de prescrever receitas falsas que lesaram o INPS em milhares de contos.

 

A decisão do juiz Antero Tavares desagradou a defesa . Para ao advogado Amadeu Oliveira “ houve tempo para fazer o adiamento , o que não estamos de acordo é que se determine o adiamento quando o julgamento ia ter início “. O NN não teve acesso ao despacho do juiz que ditou o adiamento , o que sabemos é o arguido Carlos Além alegou que queria ser defendido pelo doutor João do Rosário que estava impossibilitado de estar presente . O certo é que o advogado de defesa , sabendo que não poderia estar presente nessa data, tinha feito um pedido de adiamento ao juiz , mas o pedido foi indeferido .Por isso o advogado de defesa não entende porque o juiz não atendeu ao pedido e no dia de julgamento veio a decidir pelo adiamento adiar o julgamento .

E conclui dizendo que “ se a impossibilidade de um advogado estar presente num julgamento virar escola vai ser difícil realizar julgamentos em Cabo Verde

  1. ampolha do calcaneo

    entao quem e’ o advogado?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.