Festas de S. João: Um cartaz turístico das ilhas do norte

20/06/2014 07:16 - Modificado em 20/06/2014 07:16
| Comentários fechados em Festas de S. João: Um cartaz turístico das ilhas do norte

sao joao“Festa de SanJon tem todas as condições para ser um cartaz turístico das ilhas do norte”. Uma certeza da Associação Terra Tambor que organiza em São Vicente o Kolá Sanjon.

 

Ao ritmo dos desafios económico-financeiros que se impõem à região norte do país, a Associação Terra Tambor, com pés firmes na terra, está ciente de que,  para que tal aconteça é preciso apostar nas parcerias, Governo, Câmaras, Empresas públicas e privadas.

No caso concreto de São Vicente a Associação Terra Tambor – enquanto organizadora das festas de Sanjon -,  diz ter como principal parceira a Câmara Municipal, um “kolá” de parceria que tem sido na base de uma comunicação saudável, na perspectiva de sempre se tentar fazer o melhor possível, o que, também se estende aos demais parceiros que se têm envolvido neste desafio.

À volta das Festas de São João Baptista em São Vicente, a movimentação já é notória, chegaram ontem à tarde à Ilha do Monte Cara,  os primeiros festeiros, que escolheram passar as festas de Sanjon na região de Barlavento, conforme as afinidades familiares de cada um.

Até ao dia vinte e quatro – dia de Sanjon na Ribeira de Julião -, para quem chega a Ilha de São Vicente, as opções são várias e misturam-se entre exposição de fotografias sobre festas anteriores, encontro de tamboreiros, a tradicional “saltá lumenara” no campo da Vila Nova e por fim a tão esperada romaria à Ribeira de Julião, no dia vinte e quatro.

O Grupo Ferro Gaita da Ilha de Santiago é o convidado da Câmara municipal para as festas deste ano.

Mais do que o rufar dos tambores, típico das festas de Sanjon,  é importante referir o lugar que têm, também no Kola SanJon, o fogo e outras práticas propiciatórias e divinatórias, designadamente a realização da fogueira de São João, sobre a qual se salta com a lumenara: uma gema de ovo vertida para dentro de um copo de água à qual se atribui o poder de, pela forma que assume, revelar o futuro da pessoa que a transporta no salto; se for um caixão é morte, se for um barco é viagem, se for uma igreja é casamento.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.