Alcides Graça : um candidato a presidência da CMSV cheio de dúvidas e certezas

16/06/2014 12:26 - Modificado em 16/06/2014 12:26

Numa entrevista  ao NN impreso Alcides Graça , lider do PAICV  em São Vicente , levanta o véu sobre os candidatos do  seu partido a presidencia da CMSV em 2016 .  E começa por não revelar um segredo de Polichinelo : todos sabem que ele será o candidato , mas ninguem fala do assunto porque é segredo .Questionado pelo NN Graça diz que “Para mim, a eleição mais difícil é a autárquica, onde temos um presidente instalado, um presidente com um comportamento quase cem por cento para o populismo e com acções eleitoralistas e, desse ponto de vista, é muito difícil.”  Questionado se já existe uma alternativa revela “Estamos a trabalhar para isso.Como sabe, o PAICV tem cometido um erro, do meu ponto de vista. Tem prejudicado o seu desempenho nas autárquicas que é escolher um candidato em cima da hora, três, quatro ou cinco meses antes. E nós vamos procurar corrigir este erro e apresentar atempadamente um candidato” E depois revela que  o candidato será apresentado em finais de 2014, E o NN questionou

 Nos corredores do seu partido e do MpD dizem que o Senhor é a alternativa. Acha que é um rebuçado envenenado quando o chamam de candidato? E posiciona-se como alternativa?

AG: É prematuro falar sobre esta questão. Posso dizer que na posição em que estou, e não política, nunca se deve dizer que não seguirei este ou aquele caminho. O que lhe digo com toda a sinceridade é que, neste momento, não estou preocupado com isto, e acho que, neste momento, há muitas pessoas que podem ser bons candidatos.

NN: Poderia dizer alguns nomes, assim, de repente?

Sabe que há pessoas que já se posicionaram e, dentro do PAICV, temos vários nomes e não queria especular sobre os nomes porque não seria ético dizer nomes, mas dentro do PAICV há pessoa que poderiam assumir um projecto desta envergadura e para ganhar.

NN: Mas é legítimo dizer que o líder do PAICV está bem posicionado e que faz parte dessa lista? Estaremos fora da realidade? E que o nome falado, apresenta-se como melhor opção?

AG: Olhe, as leituras das políticas são feitas através do desempenho e do posicionamento e estou preocupado em trabalhar para o PAICV. E quero trabalhar para criar uma alternativa credível para ganhar a Câmara em 2016. Quem vai liderar o projecto é a coisa que menos me interessa neste momento.

NN: Mas é importante?

AG: É importante. Por isso é que eu lhe disse que vamos tomar esta decisão até finais de 2014. Mas, neste momento, é oque menos interessa. Eu acredito que o MpD e a UCID que têm dominado a Câmara desde 2008 já estão esgotados. O modelo de gestão está esgotado e os são-vicentinos já sentiram isso e já não conseguem trazer nada de novo para São Vicente. Por isso, é preciso uma alternativa, uma nova roupagem para a Câmara Municipal de São Vicente, uma nova motivação para que nós possamos dar o salto que São Vicente precisa.

 

 

  1. Soncente

    Ess já dzê logo “Ele te preocupod em trabalha para o PAICV”, mas mim um crê elegê pa Câmara alguém preocupod em trabalha pa Soncente em primeiro lugar. Quem crê trabalha pa MPD ou pa PAICV ou pa ot qualquer ba ta fca longe por favor!…..

  2. Geronimo

    Quem está esgotado é o povo com a austeridade do governo.
    Haja paciência AG

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.