Jihadistas ocuparam mais duas cidades iraquianas

13/06/2014 08:51 - Modificado em 13/06/2014 08:51
| Comentários fechados em Jihadistas ocuparam mais duas cidades iraquianas

iraqueDurante a noite desta sexta-feira os rebeldes assumiram o controlo das cidades de Jalawla e Saadiyah, localizadas em Diyala, a nordeste de Bagdad. De acordo com fontes oficiais iraquianas, as forças de segurança abandonaram as suas posições perante o avanço de homens armados.

 

Os jihadistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS), que desde o final do ano passado ocupam Falluja e Ramadi, tinham já tomado Mossul, a segunda maior cidade do país, obrigando meio milhão de pessoas a fugir, até chegarem, nesta quinta-feira, a 90 quilómetros de Bagdad. Durante a noite ocuparam as cidades de Jalawla e Saadiyah e povoações ao redor das montanhas Himreen, há muito um esconderijo para os militantes do ISIS.

Barack Obama afirmou ontem, quinta-feira, que “o Iraque vai precisar de mais ajuda da parte dos EUA e da comunidade internacional”. Quando questionado na Casa Branca sobre possíveis ataques aéreos por parte dos Estados Unidos, o Presidente norte-americano disse estar a estudar todas as opções. “Não excluo nada”, sublinhou. Fontes oficiais esclareceram que não serão, para já, enviadas tropas para o terreno.

 

O primeiro-ministro iraquiano em funções, Nouri al-Maliki, pediu ajuda aos EUA nos últimos dois meses para enfrentar os jihadistas e as tribos árabes sunitas com ataques aéreos. A resposta foi sempre negativa. Um oficial do departamento de Defesa norte-americano disse, também nesta quinta-feira, que os EUA têm utilizado drones de vigilância no Iraque para ajudar no combate ao ISIS.

 

 

publico.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.