Pais e encarregados de educação reclamam por melhores condições

13/06/2014 08:08 - Modificado em 13/06/2014 08:08

COOKIE2O único espaço de lazer destinado às crianças no Mindelo é o parque infantil situado na Praça Nhô Roque. É um parque muito solicitado, mas os pais e encarregados de educação reclamam por melhores condições e pelo mau comportamento do guarda.

 

Os nossos entrevistados consideram que o guarda do parque é muito ríspido e sem qualquer noção para lidar com crianças.

 

Ninina Brito afirma que o parque é um espaço lúdico onde muitos pais gostam de levar os filhos para se divertirem, mas a conduta do guarda não lhe agrada porque não sabe falar com as crianças. “O guarda é muito estúpido, até parece que não tem filhos nem sobrinhos”.

 

Cassi, pai de Bruninho, diz que veio passear o filho de sete anos e recorda que um dia, o seu filho teve necessidade de urinar. Dirigiu-se à casa de banho, onde havia muitas crianças à espera da própria vez porque havia apenas uma casa de banho disponível.

 

COOKIE2“A construção deste parque foi o melhor espaço de diversão que há muito tempo as crianças necessitavam e mereciam. Não é possível que existam duas casas de banho, uma para meninas e outra para rapazes, e que apenas uma esteja a funcionar quando muitas crianças frequentam o parque”, adianta Silvina.

 

Inês diz que muitas crianças fazem “chichi” nos canteiros do parque e o guarda “briga” e acredita que se as casas de banho estivessem abertas as crianças não teriam necessidade de o fazer. “Para que isso não aconteça, há que criar condições, deixar disponíveis as casas de banho para qualquer necessidade. Sem falar da estupidez do guarda para com as crianças. Nunca aconteceu comigo mas já presenciei a um desentendimento entre uma mãe e o guarda por causa da sua atitude”.

 

Dóris, afirma que “dentro das possibilidades, é o parque que temos mas os brinquedos são insuficientes para tantas crianças e está dimensionado para as crianças muito pequenas. Em dias normais, as crianças ficam em fila até que chegue a própria vez. No dia das crianças era um autêntico festival, muito difícil conseguir entrar na casa de banho ou comprar algo”.

 

  1. De facto o Parque Nhô Roque é muito pequeno para tantas crianças. A Camara Municipal poderia criar mais espaços para minimizar um pouco. Quanto a atitude do Guarda, devo dizer que ele está lá para cumprir as ordens e os pais têm que respeitar a sua decisão. Também é verdade que há duas casas de banho, meninas e rapazes mas só uma funciona que é de facto lamentável e às vezes as crianças só tem que fazer é urinar nos canteiros.

  2. Comédia

    Quantas vezes fomos ao parque o único de Mindelo e há uma infinidade de crianças a esperar sua vez. è tudo até aos seis anos e daqui a pouco pedem o BI ou a cédula às crianças para saber se podem ou não brincar. Isso é xuxadeira.

  3. Politcha Ramos

    Deveriam ter pessoas qualificadas Ex. alunos da I.P. como estagiários, para primeiro ter um contacto real com o que os espera no futuro e por outro lado talvez pudessem ajudar o guarda a desempenhar a sua função que é nada mais nada menos que cuidar do espaço físico em si. Tenho filho e é claro que estou a par da situação das casas de banho e é lamentável que só uma esteja a funcionar mas nós os pais temos de gerir esta situação e estar mais atentos aos nossos filhos quando estão no parque.

  4. Nelida Gomes

    Gostei deste artigo,bem escrito, sobrio e explicando muito bem desde a estrutura do espaco ao triste papel de um guarda que foi promovido a encarregado e educador. A camara municipal deve ver nes te artigo uma critica construtiva e envidar esforcos no sentido de resolver urgentemente o problema dos sanitarios e absorver a ideia de aproveitar alunos a fazerem estagio em contacto com criancas. Tb a ideia de construir mais parques infantis em zonas residenciais seria boa, mas com guarda.

  5. Tomás Nicolau Delgad

    ……………… Gostei muito deste Artigo, melhor espaço infantil, que existe em São Vicente, é via pública, as crianças são obrigadas a praticar qualquer brincadeira, tem que ser nas estradas, onde é praticamente para as viaturas circularam, porque em São Vicente não há nenhum projeto para espaço infantil em nenhuma comunidade, elas tem que divertiram nos locais proibidos e muito perigoso, e ainda alguns pais lhes apoiam.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.