CCV volta a tramar clientes: uma semana sem dinheiro para pagar via MoneyGram

13/06/2014 07:59 - Modificado em 13/06/2014 08:16

20140612_101850[1]O que foi pensado para ser um serviço rápido, está a demorar quase uma semana. É que nos correios em São Vicente, desde sexta-feira, alguns utentes não conseguem receber o dinheiro via MoneyGram.

 

O NN apurou que os utentes dos Correios de Cabo Verde, no centro da cidade do Mindelo, se queixam que estão à espera, há quase uma semana, pelo dinheiro enviado do estrangeiro através da MoneyGram. Alguns entrevistados pelo NN dizem que é um constrangimento muito grande e uma perda de tempo pois, querem o dinheiro a tempo e horas nas suas mãos.

Clara Santos, uma reformada, sente-se desrespeitada com a situação. É que “desde sexta-feira estou a tentar receber o meu dinheiro vindo da Holanda”. Ela já é idosa e não consegue ficar sempre a deslocar-se, “não consigo vir todos os dias ao correio ver o dinheiro, têm que dar uma satisfação e não dizerem apenas: ‘estamos à espera da Praia’”. Clara acredita que é um dinheiro rápido mas que acaba por estragar todos os planos por causa da demora.

Leida Cristina questiona onde é que o dinheiro vai parar, porque “se o dinheiro não é deles e é um serviço rápido, temos de recebê-lo logo”. Desde sexta-feira, Leida está à espera pelo dinheiro que atrasa sempre um ou dois dias mas, desta vez, está a demorar muito. “Estragaram todos os meus planos e estou a perder muito tempo”, sublinha.

Samuel Miranda adianta ao NN que o serviço é para ser rápido, por isso, o dinheiro deveria estar sempre à disposição das pessoas, “deveria haver sempre dinheiro disponível e não esperar mais de dois dias”. Samuel diz que a partir do momento que dizem que já colocaram o dinheiro, correm logo para levantá-lo porque “já estamos à espera desse dinheiro”.

Transtorno

Cláudia Sofia está com problemas de pagamento nas despesas; é que depende do dinheiro para a renda, telefone, luz água e outras despesas. A depender da mãe no estrangeiro está numa situação constrangedora: “é que já estou a precisar de algumas coisas e pagar as despesas atrasadas”. Mas desde segunda-feira, espera pelo dinheiro dos Correios. Para Cláudia, os correios têm de respeitar as pessoas porque sabem da quantidade de pessoas que dependem do dinheiro da MoneyGram.

Tentamos ouvir a reacção da Directora Comercial dos Correios na Praia, Jassica Tavares, mas ainda sem sucesso.

 

  1. CidadaoCV

    Uma coisa é certa … se os utentes não estão a receber o dinheirinho deles a tempo e horas (24 Horas) é porque os CCV estão a usar este dinheiro em proveitos próprios. E isto é uma tremenda ilegalidade. Os utentes deveriam apresentar queixa e processar judicialmente os CCV. Ou no mínimo solicitar ajuda da ADECO.

  2. Barbosa

    Pudera com a atitude de certos funcionarios nada eh de admirar. No fim do Ano passado fui ao balcao do Mindelo para pagar o aluguer anual da minha caixa postage tive que Esperar um tempao porque so tinham 1 livro de recibos que uma outra funcionaria estava a usa-lo e tinha 3 pessoas na linha para fazer pagamentos. Entretanto nao tinham dinheiro em caixa para pagar os moneygrams. Pedi para falar com o chefe e fui informado que o mesmo nao estava presente.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.