Separação: quando o pai se recusa a assumir o sustento dos filhos

9/06/2014 01:07 - Modificado em 9/06/2014 01:07

paiPai nega assumir responsabilidade dos filhos depois de se separar da mulher. Esta é história de Sónia que diz criar dois filhos sozinha porque, com a separação, o pai dos seus filhos resolveu não assumir o sustento dos filhos. Está é uma situação corriqueira e que ganhou estatutos de normalidade .

 

Isto quando a lei impõe o pagamento da pensão de alimentos quando da separação do casal . Mas muitos pais fazem “letra morta” da lei e não pagam o que a lei determina . E aí começa um verdadeiro calvário para a mulher que deixa de contar com o salário do companheiro para o sustento dos filhos . O recurso ao Tribunal é o ultimo caminho a seguir .E até que o juiz determine uma pensão a pagar pelo pai e este comece a pagar , a nova família , agora , monoparental já comeu o “pão que o diabo amassou”. Este é o caso de Sónia, 28 anos. Tem dois filhos com o ex-companheiro e durante sete anos viveram juntos, mas diz que a relação nunca foi saudável e que resolveu pôr cobro ao relacionamento porque a situação estava a tomar contornos perigosos. segundo Sónia, o pai dos filhos costumava contribuir economicamente para o sustento dos filhos conforme podia porque o trabalho de electricidade não aparece todos os dias.

Depois de seis meses de separação, o companheiro nunca mais contribuiu para o sustento dos filhos, nem tão pouco os visitou. “Sempre que nos encontramos ele briga, dá desculpas que está desempregado, mas consigo entender pela conversa que ele quer que eu volte para ele. Mas eu não quero continuar a viver na situação em que vivia, ele tem o dever de sustentar os filhos sem estarmos juntos. Já nos separámos algumas vezes e sempre foi assim”.

Sónia é empregada doméstica e diz que é difícil sustentar dois filhos com um salário de nove mil escudos, por isso, promete obrigar o pai a assumir as suas responsabilidades através da justiça.

 

  1. Tito Amado

    Não sou a favor de pais que não dão pensão aos filhos(até porque eu também fui vítima) pelo contrário mas, algumas vezes as mães não são de palavras ou seja o filho ás vezes é duvidoso. Há muitas delas que não prestam…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.