CCLS torna a equacionar greve

3/06/2014 07:54 - Modificado em 3/06/2014 07:54
| Comentários fechados em CCLS torna a equacionar greve

greve advogadosA questão da greve geral volta à agenda da Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres (CCLS) isto se as negociações entre o governo, os sindicatos e o patronato continuarem a não darem frutos. Manuel Vaz, presidente da CCLS, em declarações à RCV, afirma que o Governo tem uma data limite para os consensos, ou seja, o dia seis de Junho.

Para Vaz, esta tentativa seguida até agora pelo Governo, feriu o princípio de diálogo em Cabo Verde. E dá como exemplos a fuga ao princípio do diálogo, a apresentação por parte do Governo do estatuto dos professores, dos trabalhadores das alfândegas, da direcção-geral de impostos, “atacando de forma injuriante os direitos dos trabalhadores destes sectores”.

Para Vaz, esta estratégia do Governo abre as portas “para a retoma da greve”. Apesar de já haver consensos parciais para o código laboral com a excisão das indemnizações, também existe consenso relativamente ao subsídio de desemprego, mas não ao montante. Para Vaz, “tudo continua em aberto”.

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.