Jovem mata por ciúmes: atingido com pedras, empurrado e pontapeado até ficar em coma

27/05/2014 07:56 - Modificado em 27/05/2014 09:45

Hernani Lima dos SantosAinda de acordo com testemunhas oculares, depois de ver o corpo estatelado no chão ainda atingiu o jovem inconsciente com vários pontapés. Depois ficou a espera da polícia.

 

O juiz do 2ªjuizo crime do tribunal de São Vicente decretou prisão preventiva para Hernani Lima dos Santos, de 24 anos de idade suspeito de ter morto Arison Jorge, de 29 anos de idade.

Foto: Hernani Lima dos Santos

O NN apurou que na base dos acontecimentos estão os ciúmes que o agressor tinha devido a amizade que Arison tinha com uma mulher que o agressor gostava e que tinha tentado conquistar sem sucesso. E na madrugada de sábado para domingo, a vítima, a referida mulher, mais um grupo de amigos, foram confeccionar uma refeição e conviver, na zona de Cruz de João Évora, São Vicente. De acordo com testemunhas oculares Hernani seguiu o grupo e atirou pedras para dentro da casa onde se realizava o convívio  e agrediu Arison a pedrada. Este conseguiu fugir para uma zona alta junto da casa. Nesse local foi atingindo com uma pedrada e depois empurrado pelo agressor. Ainda de acordo com testemunhas oculares, depois de ver o corpo estatelado no chão ainda atingiu o jovem inconsciente com vários pontapés.

 

Quis ajudar os bombeiros a levantar o corpo

 

As testemunhas no local disseram ao NN que Hernany depois de agredir Ary sentou-se e esperou pela chegada da polícia, onde foi detido pelo Serviço de Piquete. Também afirmam que ele terá tentado ajudar os bombeiros a colocar o corpo ainda com vida na ambulância. No que que foi impedido pelos populares que gritaram “ já o matas-te agora queres ajudar”.

Arison foi conduzido para o Hospital Batista de Sousa onde deu entrada em estado de coma. Resistiu, mas veio a falecer as 21 horas de Domingo. A autópsia vai determinar as causas da morte. E a PJ que tomou conta da ocorrência e procura confirmar os factos narrados pelas testemunhas oculares e apurar o que esteve na base da agressão que provocou a morte de Arison Jorge, de 29 anos de idade. Para já o juiz aplicou a medida de coação mais grave: a prisão preventiva. E a confirmarem-se os depoimentos das testemunhas, o caso indicia um homicídio agravado que se encontra numa moldura penal situada entre os 15 e os 25 anos de prisão.

 

  1. Maria José

    15 a 25 anos uma ova… Arison tinha 29 anos de idade. A Esperanca de vida dos caboverdianos é de 76 anos de idade. Entao, 76-29=47. Logo, 47 anos de prisao deverá ser a pena a ser aplicado ao assassino. E ponto final !!

  2. fernando fortes

    O Sr, Moreira Felizberto,deve ter um pouco mais de respeito pelos outros.
    É fácil falar de fora,tratar por covardes os outros.
    Quando uma pessoa não precensiou deve ter um pouco mais de poderação em escrever ou pronuciar-se sobre um facto.
    A questão que ora se põe é de grande delicadeza e trás a infelicidade para pelo menos duas famílias,
    Finalmente,S.Vicente é feito de muita gente e o Sr. não tem o direito de os desrespeitar.
    Covarde é vir para uma pagina online, desrespeitar os outros.

  3. Criola

    pessoal te k tolerancia zero ness terra, bo faze ago paga e ka ninguem bem dze kel era 1 paz de alma pk kem tiver curiosidad te entra na se pagina de fb e oia imagens kel te partilha e xcreve…inclusive ess li: (imagem dum fera)
    .”Este sou eu por dentro, uma fera que por fora se apresenta como um pombo inofensivo incapaz de fazer mal a alguém…..MAS!!!”

  4. Marcolino Dias

    Meu amigo a conta ta bem feita mas infelizmente as coisas não acontece dessa maneira .
    Mas devemos ensinar os políticos essa matemática para poderem rever essa situação criminal em CV.

  5. sv

    essa historia esta mal contada se a vitima se encontrava no meio de amigos como e possível que nenhum desses ditos amigos estavam

  6. sv

    esses ditos amigos não o protegeram e mais como o deixaram entrar na casa

  7. bernardete furtado

    Pergunto a testemunha ocular que descreveu toda esta tragedia não podia evitar esta desgraça com uma chamada para 132 ou ele mesmo não podia evitar, o problema de nós os caboverdeanos quando a desgraça acontecem sempre entramos em panico o que devemos agir logo eu já evitei tantas desgraça porque ajo sempre no momento nem penso se posso ser atingida, problema que agora muitos ja façam da desgraça com os outros o filme.

  8. AINDA NAO consegui acreditar k havia pessoas a presenciar o ato maldoso? SEm que ninguem tenha acudido o pobre jovem. quando era para irem fazer bafa , parodia todos esses se juntaram para comer e beber, mas para ajudar sao todos mongoloides. RAça Mao. VERGOnha dses d sncente.

  9. Colega de escola

    Cred ma tem gente mau nesse mundo! Mi k sabe quem é mas cruel, se hernani ou kes testemunhas oculares, é k tava la t assisti tud e k faze nada. Poxa ess noticia k ti t dze ma era um gank/grip, era so um pessoa e k tava t agredil, pk es k segura kel assassino, so 3 pessoa tava consegui panhal e marral num posto de luz e dal um sova de chicote.

  10. Manuel

    Eu também acho que os presentes deviam fazer qualquer coisa para evitar esse hediondo acto. RIP….

  11. tanta viol6encia gratuita e até com liavos de caso banal. Mata , quer ajudar tranquilamente. Até parece filme. Um vez soncent era sabe…pa cagá

  12. DEDE

    NINGUEM KE FZE NADA ?? SO ASSISTI A UMA MORTE DOLOROZA I LENTA? NINGUEM KE FZE NADA ? UM GRUP KE TA PODE FZE NADA CONTRA 1 ?? SERA COVARDIA ??DESD RUA EL SIGI VITIMA MA NINGUEM KE FZE NADA OU SO COND EL TAVA ESTATELOD NA TXOM KES TXMA PLICIA ?MA MSM ESSIM UN TE OTCHA KE DESD PERSEGUICAO ERA FEIT ELGUN COZA PE KE DJGA A ESS PONT . I MSMS DPOS DUN PEDRADA ATIROT JA ERA GRAVE . INDA 1 KE TPARA DPENSA APENAS I ES ERA UM GRUP 🙁 ke a justica seja feita !! descanda em paz pesames aos familiares .

  13. Andrea Fortes

    Prezada comentarista Maria José. Uma pequena correção mas a culpa nao é tua. Inclusive ministérios e políticos, etc,etc, usam como esperança de vida dos cabovdianos 76 anos. Impossível para um pais pobre com múltiplas deficiencias em varios sectores como é o nosso caso, Cabo Verde.
    De qualquer modo nao somos dos piores e a esperança de vida dos caboverdianos é de 71 anos.
    Continua reagindo.

    Kaapverdië 71 2012 Dados extraídos do site índex mundi

  14. EL

    Pessoal meste pratica tolerância, pq lugar k ta sabe. Tem gente k pensa k vida de cd um é sis brincadera neh. Sinceramente

  15. Monteiro

    Por favor, uma desgraça sim, mas não acusem sem saber. A vítima tentou fugir do agressor que o empurrou. Foi tudo muito rápido, infelizmente ninguem conseguiu ajudar, porque nem houve tempo. Pensem antes de falar, pq estão ofendendo muitos jovens que estão sofrendo neste momento com a perda de 2 amigos. Há 1 testemunha ocular!!! God bless es terra de nossa, pq maldade ta pa tudo ponta prop!!!! RIP Ary!!!

  16. JOao M

    De lamentar. Uma vida que ficou por viver, sonhos que ficaram pelo caminho, uma dor eterna aos familiares da vitima, uma saudade eterna para os familiares e amigos da vítima. Mas, não culpo os presentes por não o terem defendido e protegido, porque terá sito atingido com pedra que se pode atirar à distância. Ciente de que se pudessem defende-lo e protege-lo o faria. Única coisa que podiam, ai sim, evitar, seriam os pontapés enquanto estava no chão inconsciência, embora já não o livrava da morte.
    Que a sua alma descanse em paz, malogrado jovem, que certamente queria viver a aproveitar a vida, como todos nós gostamos.
    Que o malvado agressor apodreça na prisão(embora à custa dos contribuintes, inclusive dos familiares e amigos das vítimas). Mas o teu cú irá pagar por isso na prisão desgraçado, mau. Vê-se mesmo aquela intenção violenta, a brutalidade de querer matar(como se não bastasse as pedradas, pontapeou-o já inconsciente e sem possibilidade de se defender.) . Descansa em paz jovem, qualquer um no teu lugar corria esse risco sem culpa alguma, ninguém merece isso. Força à família.

  17. Fatu Lima

    ainda m ka pude akreditá se tud is akontese. Oia um rapaz jovem, trabalhador e ke k n dava ofende ninguen ta ser mort dum forma tao kruel. M ta pdi deus pa dob um deskanso eterno Ary nhe prim kerido, e ke justisa ta ser feit pk bo ke tava merese.
    tud vej kem lembrá na bo m ta txorob e jamais m texkseb.

  18. Rui Dias

    Em primeiro lugar os meus pêsames a família do Arison, em segundo lugar que a justiça seja feita de modo a punir (como manda a lei) o alegado assassino. Mas também não posso deixar de comentar a figura triste que fizeram os outros que foram “amigos” enquanto comiam e bebiam. É dificil de acreditar mas realmente podiam e deviam ter evitado tal situaçao. Talvez são tão culpados quanto o agressor e é um sentimento de culpa que vão carregar para o resto das suas vidas. E que Deus faça JUSTIÇA!!!!

  19. criola sv

    Ê facil pa mts fala li nes comentarios…pq k ninguem ca ajuda??etc etc se nenhum de nôs li tava la fala en vão cata ijda…li ês tita fala d ciumes ma ninguem ca sabe.o k k contece mesmo na meio des 2…talvez kel ot provocal ou algo do tipo??..ene pa intendem mariot um catita tenta defende ninguem e nem da razao pelo facto del ter el matod…prublema de criol ene k êx ca ajuda, prublema de criol ê alê o k modoa excreve e acredita log…talvez contece na uns segundos, talvez kel primer pedrada foi fatal e ca da mas pa ajudal!!! Talvez qnd ele tava ta siguis es ca oial!!! Fala sem sabe ê tanta cobardia cima k bsot ta prei ta culpa kês k ca “ijda”… ê facil julga, ê facil fala….um cata da nenhum des razao e nem um ta da nenhum d bsot razao…se bo ca conche nenhum des e ca sabe o k k realmente contece, fala sem sabe cata muda nd

  20. criola sv

    ” alê o k midia* escreve e acredita log”

  21. kal

    tudo es gente dze tava la ca faze nada, um cria oia so era es, tava la, de certeza es tava corre mada os outros , porque ningue cre morre atoa.

  22. José Manuel de Jesus

    à Edna Brito:
    – Não compreendo o que quer dizer. Não hà mais nada a compreender. O assassino foi selvagem, cruel e não deixou hipoteses à vitima.Não pode haver circunstâncias atenuantes; que um (a vitima) ou outro (o assassino) tivesse sido “bonzinho” tudo agora mudou e 25 anos de degredo não é suficiente para quem matou.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.