Governo seca cofres da CMSV: Augusto Neves acusa o Governo de não transferir o valor das taxas

22/05/2014 07:35 - Modificado em 22/05/2014 07:35

jmn_pensativo_470x240Para o presidente da CMSV, a questão que se coloca é que a edilidade não recebe a sua parte no que diz respeito aos valores das taxas pagas que não são transferidos para a Câmara Municipal. Entre estas taxas, figura a taxa ecológica, a taxa rodoviária, a taxa de turismo e, acrescenta ainda, o valor do IVA pago nas obras municipais e a falta de isenção da taxa nas alfândegas a favor da edilidade.

 

“São Vicente não recebe a taxa ecológica desde 2010”, diz o edil e acrescenta que o Município é “severamente penalizado pela taxa ecológica”. Se antes recebia cerca de vinte mil contos por ano, desde o aumento da taxa em termos percentuais, “a Câmara deixou de receber essa taxa”. A falta desta taxa é sentida no trabalho que o Município faz e o montante gasto em combustível e noutros materiais para “fazer uma melhor limpeza e um melhor trabalho”.

Tal como a taxa ecológica, a edilidade também não recebe a taxa do turismo. “A Câmara Municipal não recebe nada e quem cria as condições mínimas para que São Vicente possa ser uma cidade acolhedora é a Câmara Municipal”, refere o edil. De entre as condições criadas, menciona o calcetamento artístico, a limpeza de toda a zona histórica, os arranjos em edifícios e o património, tudo, sem o contributo da taxa do turismo.

Augusto Neves acredita que “há um problema com os dirigentes do país. E explica que “têm de saber o que é o turismo. O turismo não é o barco ou o porto, é o destino. Nós temos de cuidar do destino e, para isso, esta taxa faz falta ao Município e não ao Governo”.

Acrescenta à lista das dificuldades para potenciar a área do turismo a questão do pagamento por parte do Município de cem por cento do valor de despacho no fogo-de-artifício para as festas do fim de ano. “Nós estamos a potenciar uma área e não temos direito nem a uma taxa que é recebida e ainda somos penalizados”, acrescenta.

O edil diz que estes eventos são para minimizar os problemas da ilha como o desemprego. “E essas taxas a que a ilha tem direito são de extrema importância”.

“Relativamente aos buracos na estrada, a Câmara funciona apenas com o seu orçamento e não tem recebido nenhuma receita”, diz Neves. Confirma a existência de um contrato de programa para as estradas nacionais, “mas os automóveis que pagam os agora nove escudos de imposto, passam grande parte do dia a circular dentro da cidade. As viagens nas estradas nacionais são uma vez por semana”, como tenta demonstrar.

Mas, para Neves, o mais flagrante ainda é a questão do Governo estar a cobrar o IVA nas obras municipais e em todos os investimentos neste sector. Afirma que o IVA pago consome quinze por cento do orçamento municipal.

Explica que a lei isenta as Câmaras Municipais de pagar o IVA, mas o “Governo interpreta doutra forma e a seu bom gosto” e, neste aspecto, revela que o Município tem sido penalizado.

Finaliza afirmando que os Municípios parecem ser inimigos do Estado porque “são penalizados duramente no pagamento dos impostos”.

 

  1. municipe

    O Sr. Presidente e essa ladainha outra vez, sinceramente! esta tão obsecado e sem ideias, como sempre que chega ao ponto de dizer que faz fogo de arteficio para amenizar o desemprego, isso só pode ser brincadeira. Sr. Presidente esqueceu que alem da taxa rodoviaria a gente paga a sua Camara o imposto circulação automovel. que o Sr. faz com esse dinheiro? pq não tapa os buracos dentro da cidade com ele. chega dessa conversa sem nexo. sejam mais criativos e menos chorão, voçes sao uma vergonha.

  2. PAXENXA

    Pena que Gusto anda sempre a dormir e distraído; quando desperta lembra da birra com o Governo e que tem dinheiro a receber do mesmo.Homem levanta-te o rabo e trabalha deixando de ser preguiçoso e que tudo deve cair da Praia (Céu).Ouviu o que disse Ulisses e a resposta do Zema?Muito cuidado hombre com o fogo!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. São vicentino

    Tcha eleição tchega el te ba pa Son Cente que 1000 escudos compra voto ainda tcheu burro te vota na el son cente te continua sempre na merda. Ta concorda ma bo Adylson, um tem ódio dess filho da puta.

  4. il

    NADA DE ESTRANHO. JÁ TODOS SABEM DISSO HÁ MUITO MAS NINGUÉM PROTESTA E OS ATRASADOS MENTAIS DOS DEPUTADOS, O QUE FAZEM??? NADA!!! CAMBADA DE GENTE A RECEBER AS NOSSAS CUSTAS E NADA FAZEM PARA DEFENDER O QUE PÚBLICO, OS NOSSOS INTERESSES E DIREITOS. REVOLUTION NOW!! FORA JMN E OS CHUPADORES DE DINHEIRO DOS CONTRIBUINTES. CAMBADA DE CORRUPTOS.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.