Cinco mil escudos é pouco mas governo não pode dar mais

20/05/2014 07:44 - Modificado em 20/05/2014 07:44

JaniraO Governo de Cabo Verde não pode pagar mais de cinco mil escudos de pensão social.

 

A Ministra da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos, Janira Hopffer Almada, esteve reunida com os pensionistas na ilha de São Vicente e reconheceu que os 5 mil escudos de pensão social são poucos. Referiu que Cabo Verde tem muitos problemas, muitos desafios e que não é um País rico. “É um País pobre em termos de recursos naturais”.

A Ministra afirma que se Cabo Verde tiver condições, o Governo irá continuar a aumentar a reforma “de forma responsável, de forma segura para poder garantir a pensão social sempre. Hoje, nenhum pensionista pode dizer que a pensão está atrasada porque todos os meses é paga”.

Trezentos novos beneficiários sociais vão juntar-se aos mais de 2 mil pensionistas que existem em São Vicente. Janira Hopffer Almada justifica a retirada da lei da pensão social para garantir mais justiça social. ”Antes havia pensionistas que recebiam não só os 5 mil escudos mas também recebiam uma reforma de 30 mil escudos, por exemplo, de Portugal. O que é injusto”.

A Ministra da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos defende que o Governo de Cabo Verde está a trabalhar para garantir melhores condições de vida aos cabo-verdianos.

 

  1. Jorge Barbosa

    Será que ainda os caboverdianos não se consciencializaram que vivemos uma segunda colonização, só que desta vez é feita pelos políticos caboverdianos e pela ignorância do povo que vive distraído com as ilusões dos festivais musicais, das novelas e do Benfica. Os políticos devem acreditar que a pobreza é um destino, e não uma consequência das politicas desiguais em que todos nós somos cúmplices.” A arma mais poderosa nas mãos dos políticos é a mente do povo”.

  2. Maria

    é pouco para os que o recebem. e o que é para quem já passou da idade de recebe-lo há anos e ainda o espera? mesmo enviando diversas vezes os seus doc. e nunca recebe uma noticia que seja!
    os idosos da nosso pais as vezes são deixados de lado, só são reconhecidos o direito de voto, mas como são analfabetos continuam a votar.

  3. Januáeio M. Soares

    So basta saber quanto é que os governantses vaie receber.

  4. Geronimo

    Sra ministra e membros do governo.. aqui vai uma dica: porque não doar a ajuda de custo de todos os deputados para converter em subsídios para a classe desfavorecida. Pois vocês têm um bom salário e uma reforma de 2 mandatos.seria justo e o zé coitado agradece.

  5. Andrea Fortes

    [Referiu que Cabo Verde tem muitos problemas, muitos desafios e que não é um País rico. “É um País pobre em termos de recursos naturais”.]

    Vivo num País rico e cada vez que visito Cabo Verde fico chocado como vivem ricamente em especial os politicos, os nossos governantes e aqueles que giram volta deles.
    Onde Cabral estiver devera estar revoltado, magoado, pela riqueza ostentativa dos seus discípulos que deveriam ser uma referencia especial.
    “Quem tem dois tem que dar um”. Quem ainda se lembra deste slogan dos nossos revolucionários quando pisaram o solo da Cabo Verde? Portanto chegou o momento de pôr tal em pratica.

  6. atento

    E quanto é que a sra ministra ia pagar o seu marido na INPS. nao tem $ so para coitados

  7. Janira

    a ministra só vê que somos um País pobre na pensão dos idosos. Que diminua aqueles salários exorbitante que mts deles ganham sem se justificar. cambada de corruptos que temos nesse País.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.