Pode-se ver o código do utente

16/05/2014 07:42 - Modificado em 16/05/2014 07:42

Foto_de_rede_vinti4[1]Os mindelenses com quem o NN falou, consideram que a iniciativa de colocar uma caixa vinti4 na Laginha foi muito boa, e que já estava na hora de coloca-la, mas o problema está na proteção, ou seja como alguns dizem colocar a ATM dentro de uma cabine. Os entrevistados dizem que outras pessoas conseguem ver todas as operações feitas nesse ATM, o que deixa os utentes inseguros.

 

Dalila Almeida afirma que mora em Chã de Alecrim e há muito sentia a necessidade de uma rede vinti4 perto de casa, mas o problema de Dalila é que “essa rede não tem nenhuma proteção, se as pessoas prestarem atenção conseguem ver o nosso código e todas as operações”. Ela adianta que deveria haver uma proteção nesse lugar.

Sofia Ramos diz que foi uma boa iniciativa a colocação de uma rede vinti4 nesse lugar, pois deixava muita falta, mas acredita que deveriam investir mais um pouco e colocar uma cabine, porque “todos conseguem ver o que fazemos nessa caixa vinti4”.

Rafael Rodrigues concorda com Sofia que era necessário uma rede vinti4 na Laginha, mas para ele a colocação de uma cabine, daria mais segurança. “As pessoas conseguem ver as operações que efectuamos”. Rafael diz que deveriam colocar em outro ponto da Laginha onde pudessem colocar uma cabine. “Sinto inseguro ao fazer retirada de dinheiro”. Sublinha.

Aldair Martins adianta que antes teria de vir a cidade para fazer a retirada de qualquer dinheiro no vinti4. Para ele a rede vinti4 está bem situada e sem problemas

Tentámos ouvir a reacção da Sociedade Interbancária e Sistemas de Pagamentos (SISP) no Mindelo, mas ainda não foi possível.

  1. minha gente deixem de ser mediuques. no estrangeiro a maioria dos ATM sao como esse . e basta `colar ` junto da maquina e fazer as operaçoes desejadas. obrigada

  2. nalin

    Em todo o mundo, até no Brasil onde grassa a violencia é assim, o cliente é que tem de se precaver.Contactar o banco, pois é o Banco que escolhe e coloca a máquina, A SISP não tem intervenção nenhuma, pesquisem antes de falar.

  3. Daniel

    nao tem reclama tem nao tem proteção poi-se a proteção esta calor , sr jornalista vai trabalhar melhor a matéria , no p.o.s como fazemos para pagar vamos a casa de banho , santa paciencia

  4. PJota

    Bsot ta na goze nê? Casta de desparate ê ess? Bsot divia fcá feliz porque quel ATM lá tita ba desenrascá tcheu gente… E el ta bem colocode… e resguardode… Moda Katia dze, na estranger dificilmente bo ta otcha um caixa dente dum cabine… Haja saco!!!!!! Se um fosse BCA um tava tral da lá pam mostrá bsot… Burros de gaita!

  5. ah caboverdiano

    caboverdiano precisam viajar mais. reclamam de tudo, po***

  6. Salense

    Nao vejo razão para tamanha preocupação, a exemplo do que acontece lá fora há que respeitar um espaço imaginário por parte dos utentes e ou usuário aproximar da maquina. Esta é igual a muitos caixa ATM no exterior (até no Brasil existe caixas do tipo)…Deixemos de ser ” do contra”… Open Mind Gente!!!

  7. il

    Mas que leviandade vem a ser esta. Então a caixa multibanco do BCA (rua de Lisboa e ali na zona da Ribeira Bote) e a outra da BCN (frente da Casa das Bandeiras) devem ser removidas? Já viram como na Europa, USA, entre outros países, essas caixas estão colocadas como estas. O crioulo deve é parar de ser curioso no que nada lhe diz respeito e dar espaço e privacidade à quem está fazendo as suas operações nas mesmas.

  8. Oh Pjota.mi ja bo caba kmi. So bo pe pome te esri jbum medrugada des. 😀

  9. Pois

    Gent, na Morada na BCA kel ATM tb ta fca fora de cabine, ô ntâ inganôd?

  10. onoh pjota , mi ja bo pom te erri sem conta . lol

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.