Policlínica: utentes consideram mau o atendimento

16/05/2014 07:37 - Modificado em 16/05/2014 07:37

policlinicaO NN apurou que os utentes da policlínica, nas imediações da Praça Regala, se queixam que o atendimento deixa muito a desejar. Alguns entrevistados pelo NN afirmam que a secretária não sabe dar uma informação e nem falar com as pessoas.

 

O NN entrevistou alguns utentes à porta da policlínica que alegam que a secretária não trata bem as pessoas e não sabe informar. Manuela Domingos afirma que a secretária tem de ser formada no atendimento, porque “não sabe tratar bem as pessoas”. Para ela, a secretária está mal informada em todos os aspectos porque, segundo ela a atendedora nunca responde com clareza às dúvidas dos utentes.

Dulce Melo acredita que a formação no atendimento deixa muita falta nesse estabelecimento, pois a funcionária não sabe informar e, às vezes, nem responde às perguntas dos utentes. Dulce acrescenta que “às vezes, a secretária nem sequer olha na cara da pessoa que está a falar com ela sobre um determinado assunto”.

Lidiana Monteiro saiu indignada porque “a secretária nem sequer olhou na minha cara, ao perguntar-lhe quanto custa uma consulta, disse-me apenas, sem educação que era na central de consulta do HBS”. Lidiana diz que a funcionaria está na profissão errada porque não sabe lidar com as pessoas.

Lucas acompanhado pela mulher Joana, afirmam ao NN que nunca foram tratados mal pela secretária, mas já notaram que ela não sabe informar e, às vezes, trata as pessoas de má fé, “não informa e, às vezes, fala num tom de voz que não deve ser”. Lucas diz que lidar com pessoas de comportamentos diferentes não é fácil e, por isso, no seu entender ela tem de ter formação no atendimento. A mulher diz que em muitas instituições o atendimento é bom porque dão formação.

Tentámos contactar o responsável da Policlínica, mas não foi possível.

  1. john

    Sr Eduino… o Sr esta a fazer um excelente trabalho.passa tambem na Delegaçao do ministerio da Agricultuta la no Monte pois os funcionarias queixam-se muito da Delegada a veterinaria Janaina que mal trata os funcionarios .tudo isso porque ela é menina bonita do patido da actualidade…por favor faça alguma coisa

  2. fernando fortes

    O problema não se põe a nível de formação.
    O problema está nas chefias.
    Aí é que a incompetência faz escola.

  3. Carlos

    .Afinal entao maltratos esta espalhado em sao vicente….ê hora de quem de direito chamar os Delegados de tudo o que ë instituiçao publica a ordem .vem ai as eleiçoes e a coisa esta preta…devido a esses comissarios piliticos instalado em tudo o que è instituiçao do estado a amendrontar as pessoas…

  4. José Maria Nevada

    A forma como o sistema de saúde está organizado vai nos matar a todos! É raro encontrar dentro de toda a estrutura regional de saúde, em s. Vicente, uma única pessoa que trate bem a todos, com elegância, como se deve tratar um ser humano: uns tratam os pacientes bem se estiverem de bom humor, outros tratam bem os seus amigos, outros tratam bem seus familiares. A saúde precisa ser reavaliada no meu país, na minha ilha: uma ilha como S, V q não tem um único dermatologista, que sótem um oftalmologi

  5. José Maria Nevada

    Estou farto desses 500 caracteres…
    Uma ilha q só tem dois otorrinolaringologistas, em que se marca uma consulta de vista para 6 meses depois, que a farmácia do estado, farmácia dos mais pobres fecha sexta às 15 e abre 2ª às 8 e 15, como se fosse proibido adoecer aos fins de semana.
    Afronta na minha própria terra! ai Deus!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.