Julgamento do ex-gerente BCA: clientes lesados foram ouvidos

30/06/2012 23:15 - Modificado em 30/06/2012 23:15
| Comentários fechados em Julgamento do ex-gerente BCA: clientes lesados foram ouvidos

O julgamento do ex-gerente do Banco Comercial do Atlântico (BCA), Alcindo Rocha, que decorre desde os primeiros dias de Junho no Tribunal da Comarca do Porto Novo, prossegue no dia 6 de Julho, com a quarta audiência.

 

Sexta-feira, 29, realizou-se a terceira sessão do julgamento do ex-gerente do BCA, durante a qual foram ouvidos vários clientes dessa instituição bancária, cujos nomes e contas terão sido envolvidos nas operações irregulares relacionadas com a transferência de valores para a Espanha.

Alguns desses clientes declararam que, ao tomarem conhecimento das operações, contactaram “imediatamente” a agência do BCA do Porto Novo para esclarecimentos.

Ao longo do julgamento, que tem centrado a atenção dos portonovenses, tem sido revelados informações sobre várias operações bancárias feitas “irregularmente” por Alcindo Rocha, durante o tempo em que dirigiu a agência do BCA do Porto Novo, as quais terão resultado num prejuízo de quase 140 mil contos para o Banco Comercial do Atlântico.

O desvio desse valor ter-se-á processado, segundo um dos auditores do BCA, já interrogado pela Tribunal, através de levantamentos em “dinheiro vivo” e de transferências feitas para “o estrangeiro”, mediante ordem de pagamento e através da instituição bancária Western Union.

A gestão do ex-gerente do BCA foi submetida em Setembro de 2011 a uma auditoria, que terminou na sua prisão, em Outubro.

Até ao mês de Setembro de 2011, altura em que foi denunciado por um dos clientes do BCA, não se tinha detectado “irregularidades graves” na gestão do ex-gerente do BCA do Porto Novo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.