10 formas de acabar com o stress na sua vida!

29/06/2012 15:48 - Modificado em 29/06/2012 15:48
| Comentários fechados em 10 formas de acabar com o stress na sua vida!

Boas vibrações! Estar de bem consigo e com os outros é o princípio básico para acabar com o stress. Aprenda a não se aborrecer demasiado com as dificuldades que a vida lhe for colocando, porque problemas todas as pessoas têm e sempre terão. A opção é não se deixar afogar neles, até porque tudo será do tamanho que nós o fizermos.

1. O mau humor e o stress são dos piores inimigos da saúde. Todos os dias nos deparamos com verdadeiras provas de fogo ao nosso bom humor. Se queremos que o dia corra pelo melhor devemos fazer algo por isso desde manhã.

Ponha o despertador para dez minutos mais cedo e comece o dia respirando fundo. Aproveite o movimento dos pulmões para descontrair. Espreguice-se, longamente, na cama e, só então, levante-se. Arranje tempo para um bom duche e não saia de casa sem aplicar um bom creme na cara e, se possível, no corpo. Já agora, não se esqueça do pequeno-almoço.

2. Se mora longe do emprego ou costuma apanhar trânsito, o melhor é deixar de se angustiar com isso, arranjando formas de minimizar o desconforto dessa situação. Sintonize o rádio na sua estação preferida e não se deixe aborrecer se alguém se enfiar, abruptamente, à sua frente, no trânsito, em vez de esperar pela própria vez na fila. Aprenda a controlar-se. Se há coisas que nos irritam verdadeiramente, outras não passam de ‘picadazitas’, que não perturbarão assim tanto, se  aprender a lidar com elas.

3. Ao longo do dia vá tirando alguns minutos para si. Faça pausas de cinco minutos, levante-se da sua secretária e vá dar uma volta, nem que seja pelos corredores. Aliás, passar o dia agarrada à secretária com ar circunspecto não é sinónimo de maior rendimento. Estudos científicos comprovam que a capacidade de concentração diminui, consideravelmente, passada uma ou duas horas.

4. Aproveite para reflectir e converse consigo própria, tornando-se a sua melhor amiga. Não precisa de se olhar ao espelho e dar beijinhos a si própria, mas, em vez de se mandar para baixo, pense em todas as coisas boas que já conquistou, à sua própria custa.

5. Aprenda a ouvir os outros. Infelizmente, nem sempre temos razão em tudo e os impulsos devem ser moderados, sob pena de nos envolvermos em discussões desnecessárias e perturbadoras.. Se ouvir o que os outros têm para lhe dizer, estimula-os a aceitar que você dê a sua opinião. Este equilíbrio entre ouvir e ser ouvido é fundamental para o bem-estar psicológico. Além disso, saber ouvir é também um excelente exercício para o desenvolvimento da paciência

6. Viva cada dia como se fosse o último e não se zangue com o mundo. Compre um boneco anti-stress e esborrache-o nas horas de maior nervosismo. Já agora, se tiver capacidade física para isso, experimente umas aulas de body-combat ou até mesmo de kickboxing! É só imaginar a cara dos seus inimigos e zás!

7. De vez em quando tire um dia só para si e mime-se. Faça uma massagem, vá ao cabeleireiro, arranje as mãos e os pés, coma fora, vá ao cinema ou dar um passeio a pé. Ao chegar a casa tire os sapatos, faça uma massagem nos pés, espreguice-se e atire-se para cima do sofá. O importante é lembrar-se de si com alguma frequência, de modo a ter tempo para fazer as coisas de que mais gosta.

8. Saia para se divertir ou convide os amigos para um jantar em sua casa. Aproveite bem os dias, sobretudo os fins-de-semana, acordando cedo. Passeio junto ao mar ou no campo e respire fundo. Aprecie bem a paisagem e relaxe.

9. Não se deixe encarcerar pelas ditaduras da moda e da beleza. Vista o que a faz sentir bem e, mesmo que não tenha um corpo perfeito – segundo os cânones – lembre-se que o valor das pessoas não se mede pelo seu aspecto exterior. Se conseguir aceitar-se como é e gostar de si própria, certamente que os outros também gostarão.

10.Sorria e seja simpática. Vai ver que é mais fácil e agradável do que ser carrancuda.

 

activa.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.