“Agentes prisionais não recorrem à violência…sem necessidade”

9/05/2014 01:06 - Modificado em 9/05/2014 10:12
| Comentários fechados em “Agentes prisionais não recorrem à violência…sem necessidade”

cela-prisaoO delegado da região de Barlavento da Associação dos Agentes Prisionais, Anildo Lima, afirma que os agentes prisionais não agridem os reclusos sem necessidade e de forma gratuita e refuta as acusações dos agentes recorrerem à violência contra os reclusos. Acrescenta que “os agentes prisionais não foram formados para agir com reclusos através da violência, nem para agredir os reclusos sem necessidade”.

 

Mas diz que “se um ou outro caso acontecer será, talvez, no sentido de repor a ordem quando os reclusos não acatam as disposições dos agentes”, pois, segundo ele, a posição dos agentes precisa de ser mantida perante os reclusos. No entanto, realça que se os factos que o ex-recluso denunciou ao NN forem verdadeiros, “não teve conhecimento deles”.

 

Todavia, não descarta a possibilidade de casos do tipo terem acontecido no passado. “Actualmente têm recebido formação no sentido dos agentes terem uma melhor forma de actuação, agindo em conformidade com a lei e no sentido de serem mais flexíveis”, como sublinha Lima.

 

Mas avança que se acontecerem casos do tipo, os reclusos devem reportar aos serviços penitenciários ou directamente à Procuradoria da República. E relembra que a missão dos agentes prisionais “é manter a segurança do estabelecimento e ajudar na reintegração social dos que estão a cumprir a pena”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.