Demora em prestar informações no BU: directora clínica diz que são casos pontuais

6/05/2014 05:19 - Modificado em 6/05/2014 05:19

Samila InicêncioSamila Inocêncio, directora clínica do HBS, contactada pelo o NN para esclarecer às denúncias de alguns utentes publicada neste jornal online na edição de 30 de Abril de 2014, sob o título “banco de urgências: mais de quatro horas sem saber do estado dos doentes que deram entrada” considera que : “Por norma e que é hábito fazer-se, geralmente o paciente entra, fazemos a primeira avaliação para sabermos qual o quadro do paciente e damos a informação sobre o estado de saúde do paciente, mas há casos pontuais em que não podemos dar uma resposta de imediato. Não acontece por rotina, mas nem sempre conseguimos dar a informação de imediato. Todavia, sempre que possível, a informação é dada”.

A directora clínica Samila Inocêncio acrescenta ainda que o Hospital Baptista de Sousa possui um livro de reclamações, onde os utentes podem apresentar as próprias reclamações evitando, assim, alguns constrangimentos

  1. admilson da rosa

    MAS PRECISAM MUDAR O ATENDIMENTO PQ AQUELES “RAPAZES” DO ATENDIMENTO NÃO TEM NENHUMA FORMAÇÃO

  2. adilson

    os utentes ,nao podem fazer reclamacoes nos vossos livros ,ja que voces sao umas cambadas de incompetentes que trabalha de medicos .quando na verdade voces deveriam ter mais respeito e amor aos voces pacientes ,porque os vossos salarios saiem atravez de pacientes , o hospital nao E de voces os medicos . mas sim E da populacao ,,,, o NN devria pesquizar um video de hospitais internacional e lancar na tv para que a populacao e aos medicos ver como funciona as coisas dos hopitais com os medicos

  3. adilson

    a mentalidade dos medicos de cabo verde continua nos anos de 1960 , ja que os mesmos nao evoluem , ,agora diga-me uma coisa ,voces medicos de cv , sabem uque E dar um abraco a um paciente ? voces sabem uque E passar mao na cabeca de um paciente para que ele se sinta protegido pelo proprio medico ? nao nao nada disso , voces nem um sorriso tem no rosto para dar a um paciente pra que este se sinte bem vindo para ser consultado ,,, os medicos de cv sao todos uns cambadas de aleijados e eguistas

  4. Na boca ftxod...

    ahahahahahahaha. A Dr Samila bo perde um oportunidade de estod CALOD!. Não, não são rotinas. Imagina então quando uma pessoa vai ao Banco de urgência, é imediatamente atendida pelos enfermeiros e demora 4 (não, não me enganei – QUATRO HORAS) para ser atendida pelo médico.
    Bom até que pode ser um caso pontual. No dia em questão estava a dar o BENFICA-JUVENTUS. Pode ser que estivessem a ver o jogo.

    QUanto ao livro de reclamações é puro blá, blá, blá e mais blá. Eu já usei o livro e não deu em nada

  5. pantera

    Quando os médicos no BU de HBS não têm uma avaliação preciso do doente e por conseguinte o paciente esta ainda em avaliação, que não têm uma resposta de imediato, como diz a directora clínica do Hospital de S. Vicente, pelo menos deviam pensar que lá na sala de espera têm familiares aflitos à espera de uma resposta por parte dos médicos, seja ela estavél, grave ou simplesmente dizer que devem aguardar porque esta-se a avaliar o doente.

  6. pantera

    Ouviram a entrevista da Directora do HAN. Foi só blá blá blá. Não disse nada que pode convencer um utento. Diz ela que, no hospital A. Neto nunca teve negligência mas pode-se falar em erros. Isto é só para driblar a inteligência do povo caboverdeano. E ouviram bem, diz ela, existe uma lei que isenta de pagar taxas aos hospitais, os idosos à partir dos 70 anos, crianças com menos de 5 anos e grávidas.Também pagam somente aqueles que podem pagar. Agora eu quero ver se na prática isso funciona.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.