Os mindelenses produziram nove toneladas de lixo no ultimo trimestre

5/05/2014 07:25 - Modificado em 5/05/2014 07:25

lixo (2)São Vicente é a segunda ilha que mais produz lixo. O que representa um custo elevado para a edilidadeA recolha do lixo tem sido uma das frequentes reclamações da população mindelense. São Vicente é uma ilha que produz muito lixo e a colecta diária feita pelo Departamento de Saneamento da Câmara de São Vicente representa um custo enorme para a edilidade.

 

A importação é uma das maiores causas da grande quantidade de lixo produzido em Cabo Verde. Cada habitante produz diariamente cerca de 800 gramas de lixo, um total de 400 quilos por dia em todo Cabo Verde.

Para o Vereador do Saneamento, Anildo Fortes, “a recolha do lixo na ilha de São Vicente constitui uma das maiores preocupações para a Câmara Municipal e com custos enormes”.

 

Segundo os últimos dados do primeiro trimestre, de Janeiro a Março, contabilizaram-se cerca de 9.237 toneladas de resíduos sólidos urbanos. Uma média diária de 102,63 toneladas com um custo de 18.011,22 escudos, por um custo total trimestral no valor de 1.621.009,90 escudos suportados pela Câmara Municipal.

“São Vicente é a segunda ilha que mais produz lixo. A crescente quantidade de lixo produzido na ilha tem sido uma das preocupações da Câmara Municipal de São Vicente, mas deverá também ser um problema da sociedade como um todo”.Vereador do Saneamento Anildo Fortes afirma que “A colecta do lixo é uma acção importante que é feita diariamente, mas nem todos os cidadãos têm vindo a colaborar, não respeitam os horários da recolha”

De acordo com o Vereador Anildo Fortes, São Vicente enfrenta enormes desafios no saneamento e reconhece que há uma necessidade de trabalhar na sensibilização das pessoas, no sentido de contribuírem para a preservação do meio ambiente e de respeitarem os horários de recolha do lixo.

Para uma melhor contabilização do lixo, a Câmara Municipal contratou um técnico responsável para o tratamento desses dados. Um projecto de saneamento que contabiliza diariamente a quantidade de lixo que é levado para a lixeira municipal, onde se pode contabilizar em números o volume de lixo produzido na ilha de São Vicente.

 

  1. Rosita Ramos

    A Camara nao pode fazer tudo. Mas aqui creio que muito pouco pode fazer. Antigamente o mindelense tinha fama de ser asseado e limpo. Era um outro tipo de sociedade com referencias claras.
    Mas actualmente mesmo estudantes liceais, universitarios e pessoas com uma certa representacao na sociedade e que deviam dar um bom exemplo deitam o seu lixo onde ele o produzir. Cuspir, escarrar, urinar e defecar por todos os lados passou a ser comportamento normal.
    “Soncente é sáb pa cagá”
    Se a Camara nem pode resolver um problema mais pratico que é o dos cães vadios quanto mais um problema de mudança de mentalidade, educação e atitude que é o saber lidar com o lixo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.