1º Festival de Dança Charanga do Mindelo: A dança, uma arte desvalorizada

30/04/2014 00:02 - Modificado em 29/04/2014 23:37
| Comentários fechados em 1º Festival de Dança Charanga do Mindelo: A dança, uma arte desvalorizada

daSão Vicente é a ilha considerada capital da cultura através das suas manifestações culturais e da sua excelente capacidade de criação de eventos. No entanto, a dança, uma das artes mais apreciadas pelo povo mindelense, continua desvalorizada, pois, não é considerada como uma manifestação cultural da ilha que se revela num palco todas as noites.

 

Para a felicidade dos que gostam de dançar e activar a arte de dançar no Mindelo, realiza-se o 1º Festival de dança com uma noite de dança, nesta quarta-feira, dia 30, promovido por uma organização da recente associação de promoção de eventos: Charanga do Mindelo.

Samuel Delgado um dos organizadores do 1º Festival de Dança Charanga do Mindelo, adianta que “apesar de há alguns tempos existirem diferentes grupos de dança, inclusive a realização de festivais de dança do grupo Danças Vivas, a arte de dançar está desacreditada e desvalorizada. Os grupos estão dispersos e muitos já não se reúnem para dançar”.

Para o organizador e amante da dança, o objectivo maior é “juntar todos os grupos de dança existentes na ilha de São Vicente, incentivar as pessoas a interessarem-se de novo pela dança, apelar à união forte dos grupos e reavivar a arte de dançar”. Também não poderia passar despercebido o dia 29 de Abril, dia mundial da dança, daí a ideia de aproveitar a data para fazer aquilo que os mindelenses mais gostam”.

Divulgar os ritmos latinos é também um dos objectivos do grupo. Stefano Guerra, um italiano também organizador, explica que “Charanga” é uma expressão utilizada em Cuba, uma maneira de juntar pessoas para dançar, espírito de dança cubana, onde uma zona se reúne num domingo para se manifestar dançando e tocando”.

O festival pretende despertar a alma dos mindelenses para a dança. Para animar o público mindelense, o 1º Festival de Dança Charanga traz diferentes estilos de dança e faz subir ao palco vários grupos de dança; Salsa mais sem fronteira, Alma criol, Salsa criol, The dancing House, Clube latino, TNT, Blakc Diamond, Estrelas de Cabo Verde, Calypse e Salatiel.

Nos próximos eventos, a associação promete trazer um festival com maior nível e trabalhar para que a dança consiga encontrar o seu lugar na cultura.

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.