Assembleia Nacional: Água divide bancadas

24/04/2014 00:02 - Modificado em 24/04/2014 00:02
| Comentários fechados em Assembleia Nacional: Água divide bancadas

agua2A questão da água e saneamento dominou o primeiro dia de debate na Assembleia Nacional. Apesar das bancadas admitirem que os dois sectores têm melhorado nos últimos tempos, divergem na visão do sector actualmente. Por exemplo, o deputado do PAICV, Euclides Lima, menciona as melhorias nos sectores em que o da água aumentou de 42 por cento na década de 90, para 91 por cento em 2012. Na mesma senda, o sistema de evacuação de águas residuais subiu de 24 por cento para 73 por cento, no mesmo período de tempo.

 

E com este aumento, Pina diz que o país já atingiu “quase antecipadamente os objectivos do milénio”. E elogia a visão do Governo para o sector, visão que classifica de “assertiva e necessária”.

 

Já para Elísio Freire, líder parlamentar do MpD, “a realidade não esconde e os números traduzem que o Governo pode fazer mais para o sector”. E um dos pontos de discórdia do MpD é o preço da água. E desafiou o Governo a “isentar a água do IVA, como um bem essencial”. Para a sua bancada, o valor da água no país é a mais cara do mundo. Facto que o próprio primeiro-ministro admite.

 

E neste aspecto, diz que o Governo tem feito “grandes investimos na introdução de energias renováveis para a bombagem da água e para trabalhar para a redução do preço da água e trazer mais benefícios para a agricultura, a pecuária e a indústria agro-alimentar”.

 

E o primeiro-ministro acrescenta que o trabalho tem sido feito para “acabar com os chafarizes e para que mesmo os mais carenciados tenham acesso à agua potável canalizada e a cem por cento de água e saneamento”.

 

Ainda o MpD pede mais descentralização na política da água no país. Para este grupo parlamentar, os municípios já demonstraram maior capacidade do Governo de fazerem a água chegar às pessoas. E por isso, pede que na questão de empresas intermunicipais de água, o Governo possa assumir o passivo para que possam levar água aos mais carenciados”.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.