Thierry Graça e Rony perdem título para o FC Barcelona

15/04/2014 08:00 - Modificado em 15/04/2014 08:01
| Comentários fechados em Thierry Graça e Rony perdem título para o FC Barcelona

Thierry Graça e RonyO Benfica perdeu a oportunidade de conquistar a primeira edição da Liga dos Campeões de sub-19 ao perder com o Barcelona por 3×0, na final da competição organizada pela UEFA. Os cabo-verdianos, o guarda-redes Thierry Graça que foi titular e o defesa Rony Santos, viram a própria equipa ficar em segundo lugar depois de uma brilhante exibição na primeira edição da competição.

 

Após terem eliminado o Real Madrid nas meias-finais, os comandados de João Tralhão tinham pela frente a tarefa de vencer mais uma equipa espanhola para conquistarem o tão ambicionado título. No entanto, o Barcelona não se deixou surpreender pela formação encarnada e tornou-se na primeira equipa a vencer o título europeu.

 

No Centro Desportivo de Colovray em Nyon, a primeira parte foi decisiva para o resultado final, pois foi durante os primeiros 45 minutos que o Barcelona marcou os dois golos e que, entre eles, o Benfica desperdiçou uma grande penalidade.

 

Golos

 

Os catalães entraram melhor na partida do que as águias e, aos nove minutos, conseguiram chegar à vantagem com Rodrigo Tarin a bater Thierry Graça e a inaugurar o marcador. O Benfica, apesar de estar em desvantagem, não se deixou desmoralizar e teve uma grande oportunidade para restabelecer o empate.

 

Apenas quatro minutos depois do golo do Barcelona, Godswill Ekpolo derrubou Rochinha dentro da área e Romário Baldé, chamado a converter, enviou a bola à barra. O Benfica não marcou na excelente oportunidade que dispôs e o Barcelona, à passagem da meia hora, ampliou a vantagem para 2×0 com Munir El-Haddadi a facturar após um bom trabalho de Adama Traoré, jogador que, apesar de júnior, já alinhou na Liga dos Campeões pela equipa principal dos campeões espanhóis.

 

A partir do segundo golo do Barcelona, a situação ficou mais difícil para o Benfica. Ainda assim, os comandados de João Tralhão que antes do intervalo podiam ter marcado por intermédio de Nuno Santos, entraram bem na etapa complementar e chegaram por diversas vezes com perigo à baliza adversária. Romário Baldé, por duas vezes, Rochinha, João Nunes e Gonçalo Guedes tiveram boas ocasiões para marcar, mas não foram eficazes e isso acabou por fazer a diferença no resultado final.

 

Vitória

 

Por sua vez, os catalães também tiveram duas excelentes ocasiões para ampliarem a vantagem e acabarem de vez com o jogo, nomeadamente por intermédio de Adama Traoré e Munir El-Haddadi. Não marcaram nesses lances, mas reservaram o terceiro golo para os 88 minutos. E que golo! Com um remate ainda antes do meio campo, Munir El-Haddadi aproveitou o adiantamento de Thierry Graça e aprontou o tento da tarde, fazendo o 3×0 com que terminou a primeira final da história da Liga dos Campeões de sub-19.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.