Suicídio de António Canuto: Relatório da PJ não apurou a causa do suicídio

7/04/2014 07:41 - Modificado em 7/04/2014 07:41
| Comentários fechados em Suicídio de António Canuto: Relatório da PJ não apurou a causa do suicídio

suicidioO relatório da Polícia Judiciária sobre as causas que estariam na base do suicídio do Eng.º. António Canuto foi inconclusivo: ou seja, a polícia científica não conseguiu encontrar uma única pista, uma linha de investigação que pudesse esclarecer o que teria levado o empresário ao suicídio. A única conclusão do processo é que o homem suicidou-se. Assim, tudo aponta que a pergunta: o que terá levado um homem da dimensão do engenheiro António Canuto a pôr fim à própria vida?”, fica sem resposta.

 

Na manhã do dia 5 de Abril de 2013, a ilha de São Vicente acordou com uma notícia que a deixou em estado de choque: o Eng.º. António Canuto pôs termo à própria vida na sua residência no Mindelo. Os exames médicos confirmaram que o suicídio do Eng.º António Canuto foi por enforcamento.

 

Motivos

E no meio do reconhecimento, da tristeza, do aceitar a última decisão do homem que tinha tudo “para ser feliz e que se tinha como um modelo de felicidade”, paira uma pergunta sem resposta: o que terá levado um homem da dimensão do engenheiro António Canuto a pôr fim à própria vida?

 

A resposta a esta pergunta que todos querem ver respondida, esteve na base das investigações que a PJ tinha em curso para tentar apurar as causas que terão levado o empresário ao suicídio.

 

Inconclusivo

A Polícia Judiciária tinha aberto um inquérito, como é normal nestes casos e “sabe-se que não foi encontrado qualquer documento ou carta de despedida escrita pelo Eng.º. Canuto que poderiam ser pistas para as autoridades criminais responderem à pergunta: o que terá levado o engenheiro Canuto a pôr fim à própria vida?”.

 

O NN sabe que no âmbito do inquérito foram ouvidas várias testemunhas, mas que o resultado foi “inconclusivo”. Sem pistas, volvido um ano, a pergunta fica sem resposta, porque segundo a polícia científica, apenas o malogrado, António Canuto sabe o motivo da sua morte por enforcamento.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.