Utentes queixam-se da falta de médicos nos Centros de Saúde

28/03/2014 00:30 - Modificado em 28/03/2014 00:30

medicosOs pacientes dos Centros de Saúde do Mindelo queixam-se da falta de médicos quando vão marcar uma consulta e do tempo que esperam para fazer uma consulta. Os entrevistados pelo NN querem melhor qualidade de saúde.

 

O NN entrevistou alguns utentes de diversos Centros de Saúde de São Vicente que alegam a falta de médicos para as consultas. “Fui marcar uma consulta, mas disseram-me que tenho de esperar para o fim do mês, porque agora não estão a fazer marcação de consultas”, explica Rosângela Lima que diz que tem de haver médicos nos centros sempre disponíveis.

Juliana Salomão acredita que “tratando-se de um serviço público, deveria haver sempre médicos para as consultas”. Ela diz que se forem ao Banco de Urgência, os médicos perguntam porque não foram ao Centro de Saúde mais próximo, e ela responde, “porque não estão a fazer marcação de consultas e não justificam o porquê”. Juliana acrescenta que quem não tem dinheiro para consultas privadas tem de esperar até que consiga uma consulta no Hospital ou nos Centros de Saúde.

Lela Andrade diz que espera muito tempo para conseguir marcar uma consulta, mas enquanto isso, “a doença vai piorando”. Para Lela, tem que se investir mais na contratação de médicos, pois “há muita carência de médicos, nomeadamente no Centro de Saúde de Fonte Inês que eu frequento”.

Eloisa Delgado afirma que há mais de uma semana que está a tentar marcar uma consulta no Centro de Saúde da Ribeirinha, mas agora não estão a marcar consultas. “Não sei a justificação da demora na marcação das consultas, mas deveriam dar-nos uma explicação”, sublinha Eloisa.

Por seu lado, Vera Medina, mãe de um bebé de seis também sente que há falta de médicos nos Centros de Saúde e acrescenta que não podemos esperar mais de um mês para conseguir uma consulta, é muito tempo, e segundo ela, mesmo que for uma doença de pouca importância, a situação pode piorar se não houver medicação.

Contactamos a Delegada de Saúde, Ariana Mota, mas segundo a sua secretária, ela deverá pronunciar-se sobre o assunto, nas próximas edições do jornal.

 

  1. Eu fiz uma consulta no dia 19 de Fevereiro, fiquei para tomar umas receita para fazer alguns exames noutro dia que seria no dia vinte de Fevereiro, até data de hoje estou a espera das receitas para eu posso ir fazer os exames, Saúde em Cabo Verde é uma vergonha, quem tem o direito devia tomar uma verdadeira decisão de ficar em casa poderia ser muito melhor

  2. Maria

    Benvindo…consultaste por face book? ,skipe ?ou telemovel.?…desde quando se espera receitas em casa.?..?…..O assunto aqui eh outro…passar bem

  3. vera

    eu tambem sou hipertensa, estou com problemas de tenção alto, estou sem medicamento a esperar dois meses para uma consulta de cardiologia. A saude esta de dificil acesso

  4. rua da praia

    necesitamos de centros de saude com qualidade em sao vicente..nesta altura do campeonato ainda temos casa alugada a funcionar como centro de saude…sem condiçoes ..sera que os governantes nao dao conta,,,ja estamos a ficar fartos de tantas promessas e nada…

  5. Duarte

    Não percebi o que o Sr Benvindo quis dizer com receita para fazer exames.Isto está sem lógica nenhuma.Por favor não inventem coisas que não aconteceram.Obrigado.

  6. Bento Silva Santos

    Queria, apenas, dizer a Senhora JULIANA SALOMÃO que existe também uma espera considerável em algumas clínicas privadas! A título de exemplo, fui marcar uma consulta numa clinica no dia 18 de Março e, só consegui lugar para o dia 08 de Abril, portanto, uma espera de quase 22 dias. Por isso, penso que o dinheiro não resolve todos os nossos problemas do dia à dia, a não sendo q

  7. Bento Silva Santos

    Queria, apenas, dizer a Senhora JULIANA SALOMÃO que existe também uma espera considerável em algumas clínicas privadas! A título de exemplo, fui marcar uma consulta numa clinica no dia 18 de Março e, só consegui lugar para o dia 08 de Abril, portanto, uma espera de quase 22 dias. Por isso, penso que o dinheiro não resolve todos os nossos problemas de saúde aqui em cabo e concrectamente em São Vicente, a não sendo que optarmos por mudar de médico dia sim dia não.

  8. medico

    O problema é que o salário dos Medicos é uma miseria, para pessoas que estudaram tantos anos e com tanta responsabilidade nas maos,como se pode explicar que um especialista comece ganhando 70 contos depois de mais de 10 anos estudando???? resultado final: os medicos estao indo para o privado e abrem os olhos…..MUITOS MEDICOS ESTAO ABANDONANDO O PAIS PARA ANGOLA E OUTROS LUGARES.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.