Forças russas invadiram base militar na Crimeia

24/03/2014 09:58 - Modificado em 24/03/2014 09:58
| Comentários fechados em Forças russas invadiram base militar na Crimeia

crimeiaForças russas invadiram, esta segunda-feira, uma base militar ucraniana na Crimeia, revelou o porta-voz das forças ucranianas na região, Vladislav Seleznev, através da sua conta no Facebook.

 

A operação foi realizada com veículos blindados ligeiros e alguns helicópteros existindo relatos de alguns tiros, acrescentou o mesmo responsável.

 

Três veículos pesados com soldados ucranianos – que estavam de mãos e pés atados – abandonaram a base duas horas depois, acrescentou o porta-voz.

 

A base assaltada foi a de Feodosia e durante a ocupação vários soldados leais a Kiev ficaram feridos e foram feitos prisioneiros, segundo o jornal “Ukraínskaya Pravda”.

 

Primeiro, os elementos das forças armadas ucranianas tinham negado a rendição e a saída da base sem armas ou veículos, explicou o porta-voz Vladislav Seleznev.

 

O ataque aconteceu às 5 horas locais (2 em Lisboa).

 

Pouco antes do assalto à base, os militares ucranianos tinham dito estarem disponíveis para abandonar a unidade e a Crimeia, mas a bordo dos veículos ucranianos e com todo o armamento.

 

Já os oficias de Moscovo exigiram que os ucranianos deixassem todas as armas e equipamento na base.

 

Tropas russas e efetivos das denominadas forças de autodefesa da Crimeia têm vindo, desde sábado, a ocupar e assumir o controlo de quase todas as unidades, navios de guerra e bases militares até então resistentes à mudança de poder na Crimeia.

 

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.