A realização ou não da greve está nas mãos do Governo

14/03/2014 07:43 - Modificado em 14/03/2014 07:43
| Comentários fechados em A realização ou não da greve está nas mãos do Governo

greve advogadosA Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres (CCLS) diz que não vai cancelar a greve apesar de alguns entendimentos na reunião de concertação social. O presidente da CCLS, José Manuel Vaz, deixou clara a ideia que a responsabilidade para a manutenção da greve está do lado do Governo. Em entrevista à RCV, este líder sindical diz que no pré-aviso de greve estão onze pontos e só conseguiram chegar a entendimento em três pontos.

 

E, para Vaz, há questões que estão a ser reivindicadas desde 2007. “Algumas questões vêm de 2007 e já estariam resolvidas, por isso, a responsabilidade é do Governo que terá de assumir as suas responsabilidades”, assevera Vaz.

 

E acrescenta que são coisas que se vêm arrastando e que e o Governo “tem escondido, numa estratégia de arrastamento da solução destes problemas”. E acredita na falta de vontade política para resolver algumas destas reivindicações, assegurando que há condições para tal.

 

O primeiro-ministro, José Maria Neves vem afirmando que “nunca houve razões seja para a manifestação do dia 20 de Janeiro seja para greve”. E no seu discurso tem apelado ao diálogo na procura de consensos e assim, evitar greves ou manifestações.

 

Mas para o presidente da CCSL a realização ou não da greve está nas mãos do Governo.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.