Solução rápida: os emigrantes ilegais detidos em São Vicente vão voltar para o Senegal

13/03/2014 01:52 - Modificado em 13/03/2014 01:52

cela-prisaoA Polícia Nacional juntamente com a agência do cargueiro está a procurar a melhor solução para os emigrantes ilegais presos em São Vicente. Em princípio, os 21 emigrantes vão voltar para o mesmo porto de onde saíram, em Dakar, no cargueiro que os trouxe para São Vicente.

 

O processo tem sido classificado como difícil já que não trouxeram documentos com eles e, por isso, o repatriamento torna-se problemático.

O cargueiro passou por São Vicente para se reabastecer de combustível quando foi detectada a existência destes 21 emigrantes. O barco seguia para Trinidad e Tobago, mas suspeita-se que os emigrantes tinham como objectivo entrar na Europa, em particular, na Holanda. As autoridades estão ainda a tentar resolver a situação. Os 21 emigrantes ilegais estão no centro de instrução militar do Morro Branco à espera da decisão das autoridades.

 

  1. Nita Fortes

    A solução é voltar à procedência mas no regresso “podem perder o rumo”.
    Cabo Verde ainda continua a ser civilizado. Se fosse na Aràbia Saudida eram imediatamente degolados porque em terra deles ninguém entra.

  2. pena de m

    Tudos malandros sem documento merecem pena da morte, para acabar com este comportamento de fugir sem documente para criar problema para os outros, são criminosos e vamos acabar com este habito ,somente quando e europa vai aplicar pena da morte,alias vai oficializar a pena de morte!!

  3. caboverdeano

    “O cargueiro passou por São Vicente para se reabastecer de combustível quando foi detectada a existência destes 21 emigrantes”

    Então a PN não teve grande mérito nisso tudo! Ninguém os teria visto se não fosse o reabastecer de combustível.

    Onde estava a guarda Costeira?

    É preciso controlar as nossas aguas.

  4. Observatório JM

    Acho bem.

  5. cladestino

    O cargueiro deve ser retido e declarado perdido a favor do Estado de Cabo Verde, pois foi usado para o tráfico de pessoas e/ou auxilio a imigração ilegal que é crime no nosso ordenamento jurídico.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.