Implante estimula orgasmos femininos

10/03/2014 08:50 - Modificado em 10/03/2014 08:50

sexoOs norte-americanos já encontraram uma solução para as mulheres que têm dificuldades em atingir o orgasmo. Trata-se de um pequeno aparelho que permite atingir o clímax com o simples premir de um botão. Acontece que esta solução está sujeita a uma cirurgia.

 

Espera-se que esta ‘caixa mágica’ possa ser usada no tratamento de mulheres com disfunção orgásmica. Jim Pfaus, estudante de neurobiologia do comportamento sexual na Concordia University em Montreal, Canadá, disse à ‘New Scientist’ que “algumas mulheres confundem a estimulação simpática, que causa o aumento da frequência cardíaca, mãos húmidas, os nervos e assim por diante, com medo. Isso faz com que elas queiram sair daquela situação” e impede-as de sentir um orgasmo.

O aparelho é projetado para ser um implante médico pouco menor que um maço de cigarros, que usa elétrodos para provocar um orgasmo. A paciente permanecerá consciente durante a cirurgia, onde o médico vai identificar os nervos chave para o que os elétrodos possam circular facilmente. A ideia é que o implante possa ser acionado por um controlo remoto colocado por baixo da pele das nádegas, proporcionando o orgasmo desejado.

O aparelho inovador permite também que sejam programados diversos orgasmos várias vezes por semana ou por dia a uma certa hora. Porém, os detalhes ainda têm de ser decididos. Os ensaios clínicos deverão acontecer ainda este ano.

Stuart Meloy, um cirurgião do Piedmont Anaesthesia and Pain Consultants em Winston-Salem, Carolina do Norte, EUA, é o responsável por esta tecnologia e teve esta ideia por mero acaso. “Eu estava a colocar elétrodos numa mulher e de repente ela começou a gemer. Eu perguntei-lhe o que estava a acontecer e ela disse: ‘O doutor vai ter que ensinar o meu marido a fazer isto’.”

A empresa ‘Medtronic’ está preparada para conduzir os testes médicos, mas Meloy afirma que o tratamento se destina a casos mais graves de disfunção orgásmica pois é tão invasivo como um pacemaker.

O cirurgião ainda não testou o dispositivo em homens, mas afirmou também que não há razão para pensar que não poderá ser utilizado para alcançar os mesmos resultados.

 

 

cm.pt

  1. Vitú-Monte Sossego

    Gorinha sim já cá mesté bibis???….

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.