Augusto Neves ameaça recorrer ao Tribunal para cobrar as dividas do Governo

28/02/2014 08:00 - Modificado em 1/03/2014 00:16

augusto neves nomeaçãoNa sua intervenção política antes da ordem do dia, Augusto Neves, Presidente da CMSV falou da situação que a ilha atravessa, culpando o Governo por muitas situações. Na sua intervenção, acusou o Governo de “calote”, por não estar a pagar as devidas taxas ao Município. Afugentaram os investimentos e crucificaram a Câmara Municipal, falo dos direitos da Câmara para uma melhor gestão”.

 

Entre estes “calotes” mencionados pelo edil estão a taxa ecológica, de turismo, de incêndio, ”

Sobre a taxa ecológica diz que desde que houve o aumento da taxa “nunca mais recebeu e quando se faz a limpeza diária e se mantém a cidade limpa e convidativa, todos são testemunhas que é a Câmara que o faz e não temos nenhuma contribuição e é uma grande injustiça . Isto quando existem outras câmara que recebem sempre”.

“E como é possível executar e trabalhar para melhorar as condições de vida dos são-vicentinos se há muitos, a começar pelo Governo central, que penalizam severamente a Câmara Municipal na não transferência das taxas que a lei exige”.

E diz que a solução é seguir o exemplo dos outros e levar estes assuntos para o tribunal para que as coisas possam andar.

  1. Maria José

    Um Governo Caloteiro. Já agora, para quando o nosso IUR de 2008 Sra. Cristina Duarte e Sr. José Maria Neves?

  2. Soncente atente

    E o como é que as instituições bancárias vão chamar aos empréstimos contraídos pela edilidade? A Câmara é o maior caloteiro

  3. fernando fortes

    Deve-se recorreer a tribunal para cobrar todas a dívidas de terceiros em relação a Câmara,até de municipes que devem milhares de contos de contribuição predial.
    Só um má gestão poderia ter deixado a Câmara de S.Vicente chegar a onde chegou..
    Temos uma Câmara sem crédito no mercado,que vive de expedientes e de amiguismo.
    Uma Câmara endividada e que quer contrair mais dívida.
    Gente incapaz e irresponsável a gerir os destinos deste povo.
    Por está e por outras é que S.Vicente chegou a este ponto.

  4. Francisco Silva

    ENQUANTO NÃO HOUVER UMA REVOLTA DO POVO DAS ILHAS, NADA MUDA!!!! O QUE SE ASSISTE É UM GOVERNO DITADOR DE IGNORANTES BAIRRISTAS QUE PENSAM QUE O PAIS LHES PERTENCE E QUE VÃO FICAR PARA SEMPRE A MANDAR, MAS 2016 ESSA FALTA DE RESPEITO PARA COM OS RESTOS DAS ILHAS VAI ACABAR!!!!! REVOLTA, REGIONALIZAÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Luis Geronimo

    CMSV não é fácil de gerir.. vamos fazer propostas entao..chega de mandar “bocas” ..apresentam estratégias amigos

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.