Cinco cidadãos em julgamento por suspeita de tráfico de droga

28/02/2014 07:42 - Modificado em 28/02/2014 07:42

juiz3O Tribunal da Comarca do Sal procedeu à audiência de julgamento de processos-crime que acusam cinco cidadãos da prática do tráfico de droga de maior gravidade. Um dos casos remonta a 2013, quando no mês de Fevereiro no decorrer de uma operação de controlo e apreensão de drogas no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, as autoridades criminais detiveram uma mulher na posse de cocaína.

 

A cidadã de nacionalidade cabo-verdiana com cerca de 35 anos transportava 1,5 Kg de cocaína. A mulher chegou à ilha do Sal proveniente do Brasil e, ao ser detectada, foi detida em flagrante delito. E por decisão do Tribunal está a aguardar o desfecho do caso em prisão preventiva. A leitura da sentença do processo-crime está marcada para o dia 18 de Março.

 

Por outro lado, o Juízo Crime procedeu ao interrogatório de quatro cidadãos, dois cabo-verdianos e dois nigerianos, indiciados de pertencerem a uma rede que vendia cocaína e cannabis numa residência na cidade de Espargos. Os arguidos foram detidos durante uma investigação criminal em Fevereiro de 2013. E com as provas recolhidas em primeira instância, o Tribunal após realizar o interrogatório aplicou-lhes prisão preventiva, porque os indícios apontavam que enquanto estavam em liberdade traficavam drogas.

 

Durante o julgamento, o Juízo Crime procedeu ao interrogatório dos arguidos e testemunhas arroladas ao processo. Finda a audiência, onde nas suas alegações, o Ministério Público pediu a condenação dos indivíduos, o juiz marcou a leitura da sentença para o dia 31 de Março.

  1. contente

    Somente cinco, favor rectificar, alias favor procurar os outros tambem, talvez cinquenta, força e identificar com a maxima urgencia os outros tambem…… ja me lembrei-favor pelo menos 20 ano de prisão para eles….mais uma coisa-mandar os nigerianos para nigeria, não gastar o nosso dinheiro para alimentar lhes aqui durante 20 anos presos!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.