Morte de Romina Soares na Itália: família de Maria da Cruz está preocupada

20/06/2012 01:50 - Modificado em 20/06/2012 01:52
| Comentários fechados em Morte de Romina Soares na Itália: família de Maria da Cruz está preocupada

O caso da morte da cidadã cabo-verdiana, Romina Soares na Itália está a ter repercussões no dia-a-dia da família da mulher que abrigou-a na sua residência. Os familiares de Maria da Cruz descartam hipóteses de ter havido um homicídio devido ao bom relacionamento entre as duas mulheres. De modo que aguardam pelo resultado da autópsia que irá esclarecer a causa da morte de Romina.

 

A morte de Romina Soares, de 26 anos na Itália abalou os familiares, que residem na zona de Fonte Inês. Por outro lado está situação teve repercussões no seio da família de Maria da Cruz, mulher que acolheu a jovem na sua residência.

Segundo a família “a única informação enviada pela Maria foi através de um email a dizer para estarmos descansados, porque ela já regressou ao trabalho. Mas a nossa preocupação prende-se com o facto de estarmos sem falar com ela há vários dias. Porque sabemos que a situação deixou-a abalada pelo facto de abrigar uma amiga para depois esta falecer na sua residência”.

Maria da Cruz vive na cidade de Veneza desde de 2009 e há poucos meses abrigou Romina na sua residência, esta que vivia na Itália sem autorização legal. Porém no dia 11 Junho, a jovem de 26 anos foi encontrada sem vida nessa residência. Com esta situação, a angústia tomou conta das famílias destas duas cidadãs cabo-verdianas que ainda não sabem a causa da morte de Romina.

Nestas circunstâncias os familiares de Romina e Maria têm um ponto em comum, todos aguardam pelo resultado médico que irá esclarecer a causa da morte da jovem. A mãe de Maria da Cruz prefere descartar qualquer hipótese de homicídio, porque as duas mulheres tinham um bom relacionamento, facto que levou Maria a abrigar a amiga na sua residência.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.