Bosch abre no Quénia e segue para Angola

24/02/2014 10:36 - Modificado em 24/02/2014 10:36
| Comentários fechados em Bosch abre no Quénia e segue para Angola

boschO grupo Bosch acaba de celebrar a sua entrada na África Oriental, com uma nova subsidiária em Nairobi, Quénia.

 

A empresa que atua no fornecimento de tecnologia e serviços operará, neste país, em conjunto com cinco associados, disponibilizando ao mercado serviços e produtos no setor automóvel (peças automóvel e equipamentos de diagnóstico e conceitos oficinais), ferramentas elétricas e sistemas de segurança.

 

Devido ao elevado crescimento da população africana, com uma média etária marcadamente jovem, e ao crescente poder de compra de uma classe média cada vez maior, a Bosch acredita no potencial de crescimento desta subsidiária e na sua importância para a estratégia de expansão internacional da empresa.

 

Para além disso, a Bosch prevê um aumento significativo nas vendas de automóveis, especialmente no Quénia, um país que serve como porta de entrada para os restantes mercados em crescimento da África Oriental.

 

“A entrada da Bosch no Mercado da África Oriental é um marco importante para nós, que reflete a importância que atribuímos a esta região”, afirma Uwe Raschke, membro do conselho de administração da Bosch.

 

Até ao final de 2014, a Bosch pretende abrir mais seis subsidiárias em território africano, nomeadamente em: Algéria, Angola, Gana, Moçambique, Nigéria e Tunísia. A Bosch conta já com mais de 600 colaboradores em território africano que, de acordo com dados preliminares, superaram os 340 milhões de euros de vendas, em 2013.

 

 

 

oje.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.