Nuno Rocha: uma promessa do futebol cabo-verdiano a despontar no Marítimo

24/02/2014 00:05 - Modificado em 23/02/2014 23:11
| Comentários fechados em Nuno Rocha: uma promessa do futebol cabo-verdiano a despontar no Marítimo

Nuno _Té_ RochaNuno Rocha, conhecido por Té está a ser considerado uma jovem promessa do futebol cabo-verdiano. Nascido na ilha de São Vicente, o médio de 21 anos rumou ao Marítimo de Portugal para se singrar no futebol profissional. Com golos e excelentes prestações na equipa B, Nuno ganhou o passaporte para a equipa principal e ganhou notoriedade no meio campo dos insulares. A expectativa do jovem é prosseguir com o seu trabalho com dedicação e humildade para, no futuro, representar a selecção de Cabo Verde.

 

Quando era criança, Nuno Rocha , amante do futebol começou a dar os primeiros chutos na bola no campo de futebol de Ribeira Craquinha e depois teve passagem pelo Estádio Adérito Sena. Té, como é conhecido no seio familiar, entre amigos e colegas da bola, ingressou nos campeonatos regionais aos 14 anos na equipa do PSV, mais conhecida por “Cath”.

Com o passar dos anos, Nuno Rocha, que se assume como jogador do meio campo, isto é, médio defensivo e ofensivo, passou pelo Estoril de Monte Sossego, Atlântico, Mindelense e Castilho. Antes de rumar para Portugal em 2010, Té jogou duas épocas no Batuque FC, clube que possibilitou a sua chegada ao futebol profissional em Portugal.

Protagonismo

O jovem Nuno Rocha está-se a revelar numa promessa do futebol cabo-verdiano e em entrevista ao NotíciasdoNorte afirmou que esta etapa da sua vida é o culminar de um sonho de criança e que com a sua nova profissão está a apoiar a sua família que reside em Cabo Verde.

“Sempre quis ser um jogador de futebol profissional e o Marítimo deu-me a possibilidade de alcançar o meu sonho. Assinei um contrato com o clube que está no fim e depois de passar alguns anos na equipa B , em 2013 fui promovido para a equipa principal para jogar na 1ª Liga Portuguesa. E avalio a minha ascensão para a equipa principal como mérito de muita humildade, trabalho e dedicação”.

Nuno Rocha explica que a partida para Portugal foi complicada porque teve de deixar a família e as pessoas que sempre o apoiaram. E acrescenta que “neste caso foi mais complicado porque deixei a pessoa que mais amo neste mundo, o meu filho. No início, a minha adaptação estava a ser difícil mas, com o passar do tempo, tudo voltou à normalidade. Estou a ter boas perspectivas seja a nível pessoal seja profissional. Isto, com o apoio da família, dos responsáveis do Marítimo, dos colegas e dos amigos”.

Palmarés

Nos dois anos que Nuno Rocha passou no Batuque FC, marcou 18 golos. Em 2010 foi campeão regional de São Vicente e vencedor da Taça e Supertaça de São Vicente. Ainda ao serviço dos axadrezados, o jovem participou no Torneio Internacional de Saint Joseph, em França e num Torneio de Portugal.

Té foi uma pedra fundamental no meio campo do Batuque e com os seus golos e assistências contribuiu para conquistar os troféus na região desportiva de São Vicente. A humildade em campo, a técnica, a perspicácia, o espírito possante e a garra com que o jogador encara o futebol fez despertar o interesse dos dirigentes do Marítimo de Portugal.

No início da época 2010/11, o empresário do jogador, José Cardoso Silva, Jota e os dirigentes do Marítimo acertaram a transferência do médio para o clube do Funchal. O jovem ingressou nos juniores do clube para uma fase de adaptação. Na época seguinte, jogou pela equipa B e em 2013, fruto dos golos e das exibições nesse escalão, conquistou um lugar na equipa principal treinada por Pedro Martins , onde já foi decisivo ao garantir a vitória para o seu clube.

Futuro

Focado no projecto no qual está inserido, Té está à espera para ver o que o futuro lhe reserva no mundo do futebol. “Através do Marítimo, hoje sou um jogador profissional e como qualquer cabo-verdiano, um dia gostaria de dar a minha contribuição à selecção de Cabo Verde. E se um dia esse meu sonho se realizar, vou honrar com muita dedicação e trabalho a camisola da selecção de Cabo Verde”.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.